Seguir o blog

terça-feira, 20 de outubro de 2009

O FIM DO MUNDO, NOS MORROS E FAVELAS

Não é mole.
Estamos vivendo cenas reais do fim do mundo, de arrepiar Nostradamus.
O clima é de guerra, mesmo. Aqui, no nosso País.
Veja a foto aí, da AP.
Até ontem morreram 22 pessoas num – mais um – confronto entre o Bem e o Mal no Rio de Janeiro, onde tudo aparentemente se agravou quando traficantes derrubaram a tiros, no fim de semana, um helicóptero da polícia.
Três mortos, de cara. Depois, o número foi subindo e assim certamente continuará.
Cá em Sampa, o cenário também é dantesco. Na favela Heliópolis, por exemplo, localizada na parte Sul da cidade, a polícia descobriu ontem uma fortaleza daquelas, com portões de aço e trancas de cinema; mais armas, coca, rádios transmissores e um esquema em construção para monitoramente da favela.
O mago George Orwell viu longe...
No Rio estão sendo vasculhados os morros dos Macacos, São João e dos Prazeres e as favelas Nova Holanda e Parque União, na zona Norte. Foram apreendidas carabinas 12, um rifle 30 antiaéreo, um fuzil 762 Madsen, uma submetralhadora URU, munições, coletes à prova de balas, uniformes clonados do Batalhão de Operações Policiais e até uma espada.
Isso não vai ficar assim.
O governador Cabral já espalhou que vai repassar nos próximos dias 100 milhões de reais para sua polícia se cuidar e cuidar da paz dos cidadãos, sempre no meio de fogo cruzado.
A pergunta óbvia: como o outro lado se comportará?
Bons tempos em que se roubavam galinhas dos quintais...
O Bandido da Luz Vermelha?
Fixinha.
Entrevistei para a Folha o Luz no Manicômio Judiciário de Franco da Rocha, SP.
Não, ele não oferecia perigo maior além o de contar lorotas e sonhar com Deus e discos voadores.
Lembro que na ocasião o famoso bandido me deu uma carta escrita de próprio punho para eu entregar ao general Figueiredo, à época no posto de mandatário da nação.
O que ele, Luz, queria? Osa, simples: apenas alertar para o fim do mundo que se avizinhava... E só.
Fui!
Ah! Mais uma coisinha: pediria encarecidamente a vocês que ao invés de encaminharem suas opiniões para o meu e-mail, que as encaminhem diretamente para o blog. Isso possibilitará uma troca de idéias entre os apreciadores destas mal traçadas, não?

Um comentário:

Anônimo disse...

E aí, Assis? Vim visitar o seu blogue, viu? Essa notícia de hoje tá f..., mas a da poesia, viva!
beijos
Tati

POSTAGENS MAIS VISTAS