Seguir o blog

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

VITAL FARIAS O QUE FARÁ NO SENADO?

Eita, danado!
É uma coisa doida o passado de boa parte dos políticos profissionais em ação no País.
Numa girada rápida pelo condão mágico do Youtube é possível descobrir histórias de quebrar o arco da velha e a própria velha, coitada.
Experimentem.
Cliquem nos nomes de mais evidência no panorama político das três esferas e verão (e ouvirão) coisas de arrepiar cabelos até de quem não os tem.
É o que digo.
Não são poucos os que disputam cargos eletivos esconderem a todo custo o passado, pintarem de azul cobalto o presente e fantasiarem o futuro com promessas absurdas que, de antemão, já sabem que não cumprirão.
É a tal da propaganda enganosa proliferando no solo fértil da vida política brasileira.
............
Vejo o Tiririca dizendo besteiras e fico tiririca da vida, inclusive porque ele corre o risco, para nós, de se eleger deputado federal e levar consigo um monte de marmotas.
Aliás, essa candidatura me lembra caso parecido ocorrido em São Paulo de 58, quando, involuntariamente, o rinoceronte Cacareco arrastou quase cem mil votos da campanha a vereador daquele ano.
Havia mais de 400 candidatos para 45 vagas.
Tiririca é Cacareco?
Tiririca diz que quer se eleger para descobrir o que faz um deputado. E que vai arrumar emprego pra família toda.
Eita!
Cacareco não dizia nada. Ele era manso manso que só, também engraçado com seu jeito todo desengonçado.
Quase como Tiririca.
Mas por que diacho eu lembro essa história?
Porque há o contraponto, ora: há candidatos bons, de norte a sul do País.
Em João Pessoa, por exemplo, capital da Paraíba, tem um cabra que acho que serviria certinho no papel de senador.
Falo do cantor, compositor e instrumentista Vital Farias, artista dos melhores que o Brasil já deu.
Vital é candidato pelo PCB.
Não voto nele porque o meu título é de São Paulo.
Em conversa outro dia, via fone com o pintor Miguel dos Santos, o historiador paulista José Ramos Tinhorão mandou um abraço e disse:
- Também não voto nele, porque voto em São Paulo.
............
Em novembro e dezembro de 1959, pelo menos duas marchinhas sobre Cacareco, visando o carnaval do ano seguinte, foram lançadas à praça. Uma pela dupla Ouro e Prata (Cacareco, de Miguel A. Roggieri, Irvando Luiz e Túlio Piva; RGE) e outra por Risadinha (Cacareco é o Maior, de Francisco Neto e José Roy; Continental). Essa última chegou a ter versão espanhola...
................
Numa visita rápida que fizemos mês passado a Vital, ele garantiu que não vai pedir voto a ninguém no correr de toda campanha e que não tem dinheiro nenhum pra gastar em material de campanha. Disse, porém, que se for eleito vai dar trabalho à raça acostumada a mamar nas tetas do Governo. E que vai brigar, sim, por um país melhor. A sua arma será a sua arte, incluindo o violão e o violoncelo como instrumentos.
Na última eleição, o autor de Ai que Sodade de Ocê obteve 100 mil votos.
A última pesquisa Ibope realizada em João Pessoa coloca Vital em quarto lugar.
..............
Como o Brasil acordará daqui a um mês e pouco, hein?

3 comentários:

Naninha_Al disse...

Nesse eu também votaria, se meu título não fosse de Alagoas.
Vital conhece bem a difícil arte de ser um homem simples, um sertanejo lutando para ser reconhecido como gente.
Conhece bem as maracutais do poder, e nos apresentou em versos e prosas na Saga da Amzônia.
É, se a Paraíba daqui a um mês acordar disposta a ouvir uma moda de viola das boas! Vai eleger um político como Vital Farias.
E com certeza, esse nosso conterrâneo vai dar mesmo, muito trabalho.

diego disse...

somos defensores da candidatura de vital farias oa senado nova floresta-pb (diego,welinton)

Cícero disse...

Gostaria muito de entrar em contato com o grande cantor e compositor Vital farias o qual eu votei uma vez vou votar novamente e votarei sempre pois lhe admiro muito como um ser humano muito humilde e grande fera na música brasileira um grande abraço.

POSTAGENS MAIS VISTAS