Seguir o blog

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

CLÃ BRASIL, VESTIDO DE BRASIL

Acabo de receber e-mail do amigo e conterrâneo imortal - é da Academia Paraibana de Letras - José Nêumanne Pinto, com anexo trazendo imagens do conjunto musical feminino Clã Brasil interpretando o coco Sebastiana, de Rosil Cavalcanti, lançado à praça em novembro de 1953 pelo rei do ritmo Jackson do Pandeiro, que o próprio Nêumanne conheceu, acho, nos começos dos anos de 1980, no Rio de Janeiro.
Pois bem, as meninas comandadas por Badu, que criou o Clã e é do Clã violonista, fazem bonito interpretando a pérola cavalcantiana que ganhou forma e meio mundo a partir da interpretação do paraibano Jackson.
O conjunto também é paraibano.
A sanfoneira é uma graça.
A zabumbeira parece que tem molinhas nos pés.
Todas são ótimas interpretando forró, xote ou baião.
Altíssimo astral.
As meninas, mais Badu e sua companheira mãe das meninas, estiveram uma vez cá em casa trocando idéias.
Lá pras tantas, sugeri que usassem nas vestimentas as cores do Brasil.
Estão ótimas assim vestidas.
O Clã já tem alguns discos gravados e pelo menos um DVD, que recomendo ouvi-los e ver o mais depressa possível.
Acham-se nas boas casas do ramo.
O DVD do Clã traz maravilhas, inclusive a presença de Marinês e Sivuca, que estão no céu tocando forró pra Deus e todos os anjos, arcanjos e querubins dançarem agarrados ou em roda sob o comando do próprio Jackson e de Luiz Gonzaga, mais Gordurinha, Manezinho Araújo, Abdias e mestre Chiquinho.
Deve tá bom por lá, mas quero ainda permanecer aqui por mais ummmmmmmmm tempo!

MAIS FORRÓ
De Jaqueline Alves recebo notícia da realização do II Encontro de Foles e Sanfonas da Paraíba, que acontecerá na Usina Cultural Energisa e no Ponto de Cem Reis. Segundo ela, haverá show e gravação do DVD de Zé Calixto, com participação de Antônio Barros e Céceu; Pinto do Acordeom, Messias Holanda, Luizinho Calixto, Beto Hórtis, Lucyane Pereira e Richard Galiano, além da exibição de um documentário inédito de Pinto do Acordeom; oficina de acordeom com Moisés Lima; oficina de pandeiro com Baixinho do Pandeiro, apresentação de uma orquestra de sanfonas e outras atrações musicais. Tudo de graça e começa amanhã.
Não vou porque é longe.

HSBC
Agora vou à festa de recebimento de prêmio da Revista Imprensa, no HSBC. É prêmio a ver com o Nordeste. Conto depois.

Nenhum comentário:

POSTAGENS MAIS VISTAS