Seguir o blog

domingo, 20 de fevereiro de 2011

GRANDE DOMINGUINHOS! E VIVA O CANTO DA EMA

Eu disse que ia, fui.
Hoje, domingo, há uma semana extamente e mais ou menos nesta hora que ponho no mundo estas linhas, tive a alegria de rever amigos que não via há muito tempo, no lugar de ouvir coisa boa e dançar forró e arrasta-pé dos bons denominado Canto da Ema, dos meus amigos Zé e Paulinho.
Um desses amigos revistos domingo hoje há uma semana foi Waldonys, de batismo Waldonys José Torres de Menezes, nascido no dia 14 de setembro de 1972, em Fortaleza.
Um menino ele, com jeito de gente grande.
E é, talentosíssimo.
Waldonys eu conheci no século passado e até a sua casa uma vez eu fui; e bem recebido.
Grande pessoa, grande cidadão, exemplar profissional em dia com a profissão de sanfoneiro é o Waldonys.
Filhote, no melhor sentido, do rei do baião Luiz Gonzaga.
Waldonys é Dominguinhos de ontem, com orgulho ele deve se achar.
Pois bem, fui ver Dominguinhos fazer setent´anos no Canto da Ema e me deparei com ele, Waldonys, e também com Anastácia, Fuba e outros.
Lá reencontrei a conterrânea Elba Ramalho, linda, solta como sempre, forrozando...
Canto de sabiá ela tem.
Corpo elástico, dançarina no palco e tanto, ela!
Pra minha surpresa, lá estava também o querido Oswaldinho, parceiro bissexto que promete por melodia numa letra que lhe dei há pouco sobre o Corinthians.
Oswaldinho, agora quase magrelo, falou e falou, riu, e mostrou que a sanfona é parte de tudo em si próprio.
Eita!
Não é pra ficar feliz?
Foi, sim, bom rever os amigos.
Ah! Mas o calor fez a pressão de Dominguinhos subir ao céu e ao palco ele não subiu.
O Ciço, seu empresário e amigo, ficou preocupadíssimo.
Todos nós.
Mas vamos cobrar de Dominguinhos a sua presença no Canto em fevereiro do ano que vem.

PS- A foto aí de cima tem uma semana que foi feita.
Fica o registro.
......................

VILLA-LOBOS
Outro registro: o compositor, pesquisador e maestro carioca Heitor Villa-Lobos foi quem mais foi lembrado nos teatros, nos concertos, nas rádios e televisões do mundo inteiro no ano passado. Noutras palavras: foi o autor brasileiro com obras mais executadas nas emissoras de rádio do mundo todo, em 2010.

Nenhum comentário:

POSTAGENS MAIS VISTAS