Seguir o blog

quarta-feira, 16 de março de 2011

CHORÃO ANDRÉ PARISI LANÇA NOVO CD, NO PIU-PIU

O teatro de mamulengos tem raízes fincadas no catolicismo alegórico da Idade Média e chegou a Pernambuco por volta do século XVI e de lá, de Pernambuco, se estendeu por mais alguns Estados brasileiros, entre os quais Rio Grande do Norte, Sergipe e Ceará.
Esses bonecos também são chamados de marionetes e de polichinelos, na França.
No nosso nordeste são conhecidos por Babau, João Redondo e Casimiro Coco.
Eles fazem a alegria das crianças, e também dos adultos.
Artista multifacetado que se sobressai com destreza no campo da arte como poeta de improviso e de bancada; ator, pintor, desenhista, compositor, violeiro e contador de histórias, Valdeck de Garanhuns já teve a oportunidade de levar a sua arte às gentes da Europa e dos Estados Unidos. Algumas de suas obras integram o acervo do Museun für Völkerkunder de Frankfurt, Alemanha.
A arte de bonecos animados, essa mesma abraçada por Valdeck, já se acha praticamente extinta entre nós.
Não será hora de promover um festival de mamulengos, para descobrir e incentivar talentos?

PROSA NO AR, COM IVAN FERRAZ
Às 16:30h, e por uns quinze minutos, fiquei proseando hoje com o meu amigo Ivan Ferraz, titular do programa Forró, Verso e Viola, no ar todos os dias pela Rádio Universitária de Recife FM 99,9. A nossa prosa foi direto, e ao vivo, aos ouvidos de meio mundo.
Na hora, o Antônio Sapiranga, lá da Bahia, mandou dizer via e-mail e facebook o seguinte:
- Mestre Assis Ângelo! Escutei agora há pouco sua entrevista na Universitária de Pernambuco!
Maravilha! Sobre o livro que você cuida da memória artística da nossa rainha Inezita Barroso, parabéns! Sou aqui da Bahia e estou lançando agora em abril o meu segundo disco. Esse disco se chama Segredos do Tempo e tem apresentação dos meus amigos e seus amigos também, Xangai e Juraildes da Cruz!
O programa Forró, Verso e Viola, o mais ouvido no horário (das 14:05 às 18 h), está no ar há dez anos; e pode ser ouvido em qualquer parte do mundo, online, pela Internet.

CHIQUINHA GONZAGA PARTIU
Foi ontem, no final da madrugada, que partiu a mais nova dos irmãos e irmãs do rei do baião Luiz Gonzaga. Tinha 85 anos. Chiquinha foi a primeira tocadora de oito baixos mais conhecida do Brasil e a discriminação de muitos impedia que ela se apresentasse com freqüência nos palcos. Em 1952, ela integrou o grupo Os 7 Gonzagas. Esse grupo era formado pelo velho Januário, Severino Januário, Zé Gonzaga, Chiquinho, Socorro e Aluísio, mais o próprio Gonzagação. Restaram pouquíssimos registros musicais desse grupo. Com Chiquinha, foi a única herdeira direta do reino gonzaguiano.

ANDRÉ PARISI LANÇA NOVO CD
O músico André Parisi e o grupo musical Língua Brasileira lançam daqui a pouco, às 21horas, um novo CD no Café Piu-Piu, ali na rua 13 de Maio, 134, Bixiga. Vai ter roda de choro das boas e só não vai quem for besta ou ruim dos ouvidos.

Um comentário:

Tatiana disse...

Foi bom demais!

POSTAGENS MAIS VISTAS