Seguir o blog

terça-feira, 17 de maio de 2011

ANTES TARDE DO QUE NUNCA. VIVA LANDELL!

Oitenta e dois anos depois de sua morte, provocada por tristeza e incompreensão, o padre inventor porto-alegrense Roberto Landell de Moura tem o nome aprovado para título de cidadão paulistano proposto pelo vereador Eliseu Gabriel, do PSB.
O título, in memoriam, será recebido hoje por um sobrinho-neto do homenageado, Zemo Landell, em sessão solene prevista pra daqui a pouco, às 19 horas, no Salão Nobre da Câmara Municipal de São Paulo.
Reprodução do convite, acima.
Embora tardia, é sem dúvida justíssima homenagem que se faz a esse grande brasileiro.
Nos anos de 1980, em Porto Alegre, admiradores e estudiosos da vida e obra do padre intensificaram por todo o País um movimento de valorização e reconhecimento oficial de sua invenção, o rádio, até que o titular do newsletter Jornalistas&Cia., Eduardo Ribeiro, abraçou a causa.
Muita gente importante se envolveu no processo pró Landell em São Paulo, incluindo os jornalistas e escritores Audálio Dantas e Hamilton Almeida, autor de Padre Landell de Moura, um Herói sem Glória (Record).
Roberto Landell de Moura nasceu na capital gaúcha no dia 21 de janeiro de 1861 e morreu no último dia de junho de 1928, também em Porto Alegre, com fama de lunático.
Detalhe: no longínquo ano de 1901, Landell conseguiu patentear sua invenção aqui mesmo, no Brasil, e nos Estados Unidos. Só que não recebeu apoio nenhum do governo brasileiro, representado à época pelo presidente Rodrigues Alves, e nem da iniciativa privada, até hoje sem o costume e ousadia de apostar no novo.
Sobre Landell de Moura voltarei a falar amanhã no programa O BRASIL TÁ NA MODA, a partir das 14h30, ao vivo, pela rádio Trianon AM 740.
Os convidados de bancada são Eduardo Ribeiro e Hamilton Almeida, que sabem tudo e mais um pouco a respeito do grande padre.

JOSÉ MARQUES DE MELO
- Recebo convite para assistir cerimônia de entrega do Prêmio Personalidade da Comunicação ao titular da Cátedra Unesco de Comunicação para o Desenvolvimento Regional da Universidade Metodista de São Paulo, José Marques de Melo, primeiro doutor em Jornalismo do Brasil. A cerimônia ocorrerá no próximo dia 24, às 18h30, no Centro de Convenções Rebouças (Av. Rebouças, 600, São Paulo, SP).

Nenhum comentário:

POSTAGENS MAIS VISTAS