Seguir o blog

sábado, 5 de novembro de 2011

INVERSÃO DE VALORES


Num tempo não muito distante, estudantes estudavam e professores ensinavam, de verdade.
E havia respeito mútuo.
Hoje, estudantes fingem que estudam e professores - grosso modo - idem.
E também já não há respeito de quem estuda por quem ensina.
São os tais valores invertidos na sociedade moderna.
Lembro disso ao ver estampada nos jornais a notícia de que estudantes da USP estão em greve e têm até o final do dia para pôr fim a isso.
Não que greve seja algo simplesmente condenável.
Pelo contrário: é arma de bom calibre para operários de qualquer lugar do mundo se defenderem dos abusos praticados pelas forças patronais.
Mas não é o caso aqui exposto.
Tudo começou semana passada, quando três estudantes foram flagrados pela polícia fumando maconha.
Logo outros estudantes correram a prestar “solidariedade” aos colegas.
E foi feita uma assembléia pela greve, que foi deflagrada por uma diferença de 15 votos.
E a assim, em decisão relâmpago, a reitoria foi ocupada pelos consumidores de marijuana.
A conseqüência disso é o prejuízo causado a milhares de matriculados da USP, que estão sem assistir a aulas desde então.
Eu, hein!

Um comentário:

Anônimo disse...

Vibrei Assis com música nas escolas.
Márcia

POSTAGENS MAIS VISTAS