Seguir o blog

sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

HISTÓRIA E BELLE ÉPOQUE

Tenho andado fora do ar, como uns e outros devem ter notado.
Pulei fora do Natal, pulei fora do tal ano novo.
Festividades que a mim nada me dizem.
Tibunguei no mar torto do sul da Bahia para trazer de volta a esperança de viver.
Tomei umas, claro, e apreciei o vento bater no peito.
O céu do Sul baiano tem coisas que nunca vi em lugar nenhum. Exemplo é que o tempo de repente se fecha, com nuvens pesadas e tudo, e umas canequinhas de chuva sem mais nem menos parece cair do nada para refrescar corpos.
Achei muito interessante.
Um sol danado e, de repente, um chuá em pingos.
Beleza.
Também aproveitei pra ler.
Um dos livros foi sobre a belle époque paulista, melhor: sobre a cidade de Franca, chamado Modernização Urbana na Belle Époque Paulista, de Fransérgio Follis, resultado de dissertação de mestrado para a Faculdade de História, Direito e Serviço Social da Unesp.
Se mais mestrandos fizessem o que Follis fez, certamente outro Brasil viria à tona. Para isso, e pra começo de conversa, bastaria um mergulho nos anais das câmaras municipais e bibliotecas públicas.
Fica a dica.

Nenhum comentário:

POSTAGENS MAIS VISTAS