Seguir o blog

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

MÁRIO ALBANESE E ALTAMIRO CARRILHO

Os bate-papos informais que ando tocando com artistas da nossa música na “arena” da instalação Roteiro Musical de São Paulo, na área de Convivência II do Sesc Santana, estão rendendo ótimos comentários até dos próprios artistas.
Esses bate-papos vêem ocorrendo desde o último dia 9, quando reunimos Paulo Vanzolini, autor de Ronda e Volta Por Cima, e Eduardo Gudin, de Paulista e Velho Ateu. Depois, no dia 16, estiveram conosco Elzo Augusto, de Abaixo Assinado e São Paulo Mãe Madrinha, e Fabiana Cozza, no momento uma das mais representativas cantoras da cidade.
Ontem foi a vez de prosearmos com o paulistaníssimo Mário Albanese (foto), um dos grandes compositores e pianistas brasileiros, criador do ritmo Jequibau em parceria com o maestro gaúcho Ciro Pereira.
Os violonistas Santisteban e Bonfim foram uma bela atração à parte.
Mário contou em quase hora e meia detalhes de como criou o Jequibau, lançado mundialmente em São Paulo no dia 13 de agosto de 1965.
Lembrou que as raízes do ritmo estão no folclore.
Cantarolando uma ciranda, identificou o compasso 5/4.
Foi muito aplaudido nesse momento, por uma platéia seleta e privilegiada.
A nosso pedido, ele cantou acompanhado de Santisteban e Bonfim.
O próximo bate-papo na “arena” de onde se acha à visitação pública a instalação Roteiro Musical da Cidade de São Paulo ocorrerá na noite de 29 de março, com um dos mais criativos e reverenciados poetas improvisadores do Brasil, Oliveira de Panelas.
Antes, precisamente amanhã às 21 horas, trocaremos um dedo de prosa no palco do teatro do Sesc Santana com o flautista Altamiro Carrilho, espécie de lenda no campo da cultura musical instrumental do País.
Uma pergunta: você já esteve no Sesc Santana?
Ontem à noite o Jornal da Gazeta pôs no ar uma matéria sobre o Roteiro Musical da Cidade de São Paulo, cuja inauguração completa hoje um mês.
Veja a matéria clicando aí abaixo.

Um comentário:

Hominescencia disse...

Muito bem, Assis. Belo trabalho e o Sesc Santana é um espaço maravilhoso. E o nosso querido Peri Ribeiro nos deixou hoje. Deixe um texto sobre o cantor de Garota de Ipanema. Um injustiçado da Bossa Nova. abs Claudio Sá

POSTAGENS MAIS VISTAS