Seguir o blog

segunda-feira, 21 de maio de 2012

JOSÉ FREDERICO MARQUES, 100 ANOS

Um dia após o desaparecimento de Afonso Arinos de Mello Franco, professor, historiador, crítico e memorialista brasileiro de grande valor, em agosto de 1990, por acaso eu me achava batendo pernas pela Rua Augusta, em São Paulo, onde moro, ao lado do advogado Geraldo Pedrosa de Araújo Dias, paraibano de nascimento, como eu.
Comentei a partida do grande jurista, e ele com a calma que a melancolia nos dá:
- O Dr. Afonso foi meu professor na Faculdade de Direito, na Guanabara.
Lembro-me disso, não à toa.
Primeiro, porque antes de optar pelo Jornalismo eu pensei ser promotor de Justiça.
Talvez pelo censo de justiça comum.
Talvez pelo que sentia vendo e ouvindo embevecido as réplicas e tréplicas no ambiente de julgamento do Tribunal, em João Pessoa.
Talvez, não sei, pelo sonho de ver o meu País melhor desde então.
Mas essas recordações me veem à tona talvez pelo fato de acabar de receber email do jurista e professor especializado em Direito Tributário Ives Gandra da Silva Martins, o maior na área e também poeta dos melhores, informando sobre o seminário José Frederico Marques e o Processo Civil Brasileiro na Atualidade, que se realiará no próximo dia 22 de junho, aqui mesmo na capital paulista.
O seminário marca o centenário de nascimento de um dos maiores juristas do País, o santista José Frederico Marques.
José Frederico Marques reunia as melhores qualidades de um estudioso das leis.
No mesmo ano que a elite paulistana se atirava às discussões sobre artes no Teatro Municipal, em 1922, o adolescente José Frederico Marques ganhava base de conhecimentos no Colégio Arquidiocesano de São Paulo, onde permaneceu durante seis anos.
Em 1929, quando o tieteense Cornélio Pires encantava boa parte do povo paulistano com sua graça e modas de viola de seus amigos em discos da extinta Columbia, José Frederico Marques ingressava na Faculdade de Direito do Largo de São Francisco e quatro anos depois concluía o curso de Ciências Jurídicas e Sociais.
O seminário José Frederico Marques possibilitará tornar mais lembrado esse homem que dedicou a sua vida ao estudo do Direito.
Merecem aplausos a iniciativa e o homenageado.
Ah! Sim, Geraldo Pedrosa de Araújo Dias é o nome de batismo do poeta, compositor e intérprete Geraldo Vandré.
Mais informações, pelo telefone 3177-8303.

Nenhum comentário:

POSTAGENS MAIS VISTAS