Seguir o blog

sexta-feira, 3 de agosto de 2012

PIXINGUINHA TOCOU COM LUIZ GONZAGA

O clarinetista e maestro pernambucano Severino Araújo de Oliveira, que muita gente pensava ser paraibano por ter vivido por muitos anos, desde a infância, em Ingá, morreu hoje no Hospital Ipanema, no Rio de Janeiro, vítima de falência múltipla dos órgãos.
Ele tinha 95 anos de idade.
Severino assumiu a batuta à frente da Orquestra Tabajara, que se originou em João Pessoa, PB, em 1938, aos 21 anos.
A Tabajara foi fundada em 1934 pelo holandês Oliver Von Sohsten, à época cônsul no Brasil.
Mesmo com a morte dele a orquestra, das mais antigas do mundo, continuará sobrevivendo.
Severino e a Tabajara gravaram de tudo, desde jazz à MPB, passando pela bossa nova e outras bossas. Ele que também era compositor, autor do clássico Espinha de Bacalhau, acompanhou em gravações de discos desde os 78 RPM aos de 33 RPM artistas importantes da nossa música, como a rainha do baião Carmélia Alves.
Uma das bonitas gravações que ele fez à frente da Tabajara foi Baião, de Luiz Gonzaga e Humberto Teixeira, no começo dos anos de 1960.
Essa gravação se acha no LP 12 Ritmos Brasileiros, lançado pela extinta Continental.
Viva Severino!

VIOLAS E REPENTES
Amanhã, às 15 horas, será encerrado o projeto Violas e Repentes, projeto da Associação Raso da Catarina, no espaço cultural Gam Yoga, à Rua Fradique Coutinho, 1004, na Vila Madalena.
O projeto começou no dia 3 de março.
Até agora quatro duplas se apresentaram ao som de violas nordestinas: Sebastião Marinho e Andorinha, Titico Caetano e Vicente Reinaldo, Dedé Laurentino e Zé Cândido, Luzivan Matias e Manoel Soares e Erivaldo da Silva e Zé Milson Ferreira.
A dupla que encerrará o projeto é formada por Zé Francisco e Sebastião Cirilo.
Zé Francisco, paraibano, é um dos primeiros e inspirados poetas repentistas a desembarcar na capital paulista, nos fins dos anos de 1950.
Vamos lá?
É na faixa e estarei na arena apresentando a dupla.

JORNALISTAS&CIA
Anotem: segunda-feira 6 Luiz Gonzaga é tema do especial Memória da Cultura Popular do mais importante newsletter do Brasil, o Jornalistas&Cia. Adianto que descobri algo muito importante sobre o Rei do Baião.
Sabem o que?
Confiram o título desta postagem.

Um comentário:

Blog do Tiné disse...

Estou entre os que acreditavam aue o maestro Severino Araújo era paraibano. Essa informação é preciosa e confirma o critério com que o blog de Assis Ângelo é feito, sempre reforçado com pesquisas. Eita nós!

POSTAGENS MAIS VISTAS