Seguir o blog

quarta-feira, 31 de outubro de 2012

ESPERANDO O FIM DO MUNDO

Não sei que nome tem
E nem quando vai chegar
Pode vir de muito longe
Até das entranhas do mar

Se das entranhas do mar
Vier virá com violência
Batendo findando tudo
Impoluto sem clemência

Poderá vir na forma de onda
Poderá vir de outra forma
Se na forma de onda vier
Mostrará força na forma

O mundo no qual vivemos está com os dias contados, dizem os profetas.
Entra ano, sai ano e gente morrendo de todo jeito; tanto de morte morrida, quanto de morte matada.
Para esses o mundo se acaba, de vez.
As catástrofes naturais se multiplicam, agora de novo nos Estados Unidos.
Ora ondas de calor, ora ondas de frio castigam gentes e bichos de canto a canto do planeta.
Em Sampa, hoje, a tarde chegou a ferver ao beirar os 40ºC.
Isso não é normal, como não é normal as pessoas se matarem tanto umas às outras.
O calendário Maia fala do apocalipse, previsto para o próximo dia 21 de dezembro.
Quem viver verá.
Aguardemos.
Ou não.

WALDONYS
O sanfoneiro cearense Waldonys é piloto e dono de um avião de acrobacias.
Ele me mandou por email o seguinte texto:
"O sol que brilha mais perto expulsa mágoa e desgosto, sentindo o vento no rosto desço com destino certo, meu paraquedas aberto sobrevoando as planuras tentáculos das criaturas que brilham entre o mormaço e eu nos braços do espaço desafiando as alturas... Vejo aos meus pés a paisagem florida e pura dos campos, refúgio dos pirilampos que voam entre a folhagem, sorrindo guardo esta imagem para recordações futuras e em baixo das matas escuras, cofre dos anseios meus, e eu mais perto de Deus, desafiando as alturas...".
E ele também me mandou uma de suas performances registradas pela TV Record.
Clique:
http://r7.com/CDtN

Nenhum comentário:

POSTAGENS MAIS VISTAS