Seguir o blog

domingo, 28 de outubro de 2012

ZÉ RAMALHO, O ÍDOLO DO BRASIL

Perfeito.
Esta é a palavra para definir com exatidão o espetáculo estrelado ontem à noite pelo paraibano Zé Ramalho no Credicard Hall, na zona sul de São Paulo.
Ele subiu ao palco com a tranquilidade dos deuses.
Aos moldes de um ritual grego, antigo, numa oferenda, mesmo, ele deu de mão da guitarra e a acarinhou perante seus incrédulos súditos.
Uma abertura de show e tanto.
incrível, solene.
Irretocável.
E antes mesmo de extrair os primeiros acordes de sua guitarra elétrica e ensaiar seu canto, Zé foi demoradamente louvado pelo público que lotava os 3.820 lugares da famosa casa de espetáculos paulistana.
Já passava das 22 horas quando a plateia hipnotizada, constituída por homem, mulher e adolescente, começou a lhe aplaudir.
Tudo perfeito, inclusive o gestual de palco após cada cantiga interpretada pelo artista.
Cerca de uma hora e meia depois, e de total encantamento, o público se recusava a arredar pé do local.
Compreensivo, Zé voltou ao palco e cantou e cantou.
Sem dúvida, Zé Ramalho é hoje o maior artista de palco do Brasil.
E que Bob Dylan que nada!
Viva Zé!
E não se surpreendam se ele daqui a pouco puser no palco o CD que gravou há três anos louvando o rei do baião, Luiz Gonzaga.

PS - No registro fotográfico acima, feito para a posteridade por Otto Guerra, aparecemos Roberta, Zé, Darlan, eu e Andrea.

Nenhum comentário:

POSTAGENS MAIS VISTAS