Seguir o blog

sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

BATE-PAPO COM MÚSICA NO MEMORIAL

Domingo 9, às 19 horas, estaremos falando na Sala dos Espelhos do Auditório Simón Bolívar do Memorial da América Latina, sobre a vida e a obra de Luiz Gonzaga.
Na ocasião apresentaremos uma amostra do projeto O Samba do Rei do Baião, gerado e extraído do acervo do Instituto Memória Brasil.
No palco estarão os craques Papete, Oswaldinho do Acordeon e Socorro Lira, cantora de grande talento reconhecido há pouco pelo júri do Prêmio da Música Brasileira.
E ponham aí na agenda: segunda 10, às 10 horas, participaremos da inauguração da Semana Luiz Gonzaga na Livraria Cortez, ali à Rua Monte Alegre, 1074, Perdizes, ao lado da PUC.
Informações pelo telefone 3873.7111.
A Semana Luiz Gonzaga (programação acima, clique sobre a imagem) contará com uma exposição temática ao homenageado, que no dia 13 faria 100 anos de nascimento.
A exposição é constituída por discos e capas de discos de vários formatos, incluindo exemplares raros de LPs de 10 e 12 polegadas, compactos, partituras, fotos, revistas etc.
Uma linha do tempo mostrará a riqueza discográfica em 78 RPM do Rei do Baião, que dizia ser também Rei do Forró, do Xote, do Arrasta-pé, da marchinha junina...
Luiz Gonzaga gravou 625 músicas, fora uma trintena de outras que compôs em diversos gêneros e ritmos e deixou para outros intérpretes gravar, como Cyro Monteiro e Jamelão.
Contaremos isso melhor na Sala dos Espelhos do Memorial.
A entrada é franca, esperamos você.
No dia 11, lançaremos o livro Lua Estrela Baião, a História de um Rei.
Esse evento ocorrerá no mais antigo restaurante da capital paulista especializado na culinária nordestina: o Andrade, que existe há mais de 30 anos.
Chambinho do Acordeon estará conosco, tocando lá a sua sanfona bonita para quem quiser dançar.
No dia do centenário de Gonzaga, estaremos na Livraria Cortez autografando Lua Estrela Baião, a História de um Rei.
Nessa ocasião, quem estará conosco é Oswaldinho do Acordeon contando histórias sobre o coautor de Asa Branca e tocando na sua sanfona mágica.

CORDEL
A Caravana do Cordel está completando quatro anos de existência. A comemoração está ocorrendo hoje e até amanhã na Biblioteca do Memorial da América Latina, com a presença de grandes expoentes do cordelismo, entre os quais Marco Haurélio, Chico Salles, Varneci Nascimento, João Gomes de Sá e Cacá Lopes. Haurélio está produzindo feito doido. Sua mais nova publicação é Florentino e Mariquinha no Tribunal do Destino. Na abertura, ontem, reencontrei o editor Gregório Nicoló, dono da Luzeiro.

NIEMEYER
Logo mais às 17 horas, o corpo do arquiteto Oscar Niemeyer será sepultado no São João Batista, no bairro do Botafogo, Rio.
A propósito, ontem almocei com a jornalista Marli Moreira, da EBC, com o cantor Chico Salles e com o artista plástico Chico Pereira, o cabra que mais conhece os segredos e mistérios da Paraíba. Na ocasião, fomos agraciados com o livro Paraíba Memorial (Editora Grafset, 2011) e com outra publicação muito especial, também da Grafset: Chico Pereira, Memórias e Anotações, na qual se acha, à pág. 42, a foto e bilhete manuscrito de Niemeyer que reproduzo abaixo (clique sobre a imagem).

Nenhum comentário:

POSTAGENS MAIS VISTAS