Seguir o blog

segunda-feira, 22 de abril de 2013

HÁ GÊNIOS JOVENS, SIM

Antônio Nóbrega é um recifense da safra de 1952, nascido quatro meses antes de mim, que sou escrevinhador de vivências e de coisas perdidas da nossa cultura popular como a catira e as quadrilhas juninas, entre outras; mas também um tanto atento a artistas em ação que levam a vida mostrando com categoria no palco ou na rua o que há de melhor do universo da nossa cultura.
E ele, Antônio Nóbrega, faz isso de modo muito bem, e há 50 anos; 30 dos quais na capital paulista, onde montou barraca, isto é: o teatro Brincante, que fica ali na agitada Vila Madalena, zona Oeste da cidade.
Mas ao contrário do que muita gente pensa Antônio Carlos Nóbrega não começou a carreira trilhando o caminho sagrado das artes populares, no sentido autêntico, de originalidade.
Ele começou tocando o que ouvia no rádio e na televisão, ainda nos tempos dos Beatles, da Jovem Guarda e da incipiente MPB, representada por Chico, Caetano, Edu Lobo, o pessoal dos festivais... 
Mas ele teve a sorte de se recuperar a tempo, com o chamamento do medievo escritor paraibano Ariano Suassuna, que ao vê-lo tocando violino em João Pessoa, na Orquestra Sinfônica de lá, logo o convidou para fazer parte do Quinteto Armorial que estava criando, em 1971.
E assim foi, para o bem da Pátria e de todos nós.
E agora uma historinha: em junho de 1997, no extinto Jornal da Tarde, escrevi um artigo com o título Nóbrega, um Gênio (reprodução aí ao lado).
O título foi um espanto para o editor, que a mim me perguntou mais de uma vez se eu tinha mesmo certeza de que queria que o título fosse aquele.
O que passou pela cabeça do meu amigo editor, ao me fazer essa pergunta, não sei.
Quem me responde?
Viva Antônio Nóbrega!
Viva a cultura popular! 

SÃO JOÃO
O mês dos Santos Antônio, João e pedro está chegando. Mas para animar com um colorido todo especial faltam quadrilhas juninas, daquelas bonitonas de Fortaleza, João Pessoa, Campina Grande e Aracaju na principal cidade do Brasil e do hemisfério Sul, a 3ª maior do mundo em população: São Paulo.
Clique:
http://www.youtube.com/watch?v=8dp6k5OPxFc 

Um comentário:

Vick disse...

OLá meu mestre Assis Angelo, tudo bem?
Eu concordo plenamente, quando você diz que o nosso São João precisa ser mais agitado e mais animado, pois, eu acho que o São João de São Paulo é muito morno, e não é por falta de bons músicos não, porque tem muito nordestino bom que faz um som autentico e porreta. Na verdade está faltando mais incentivo. Porque o povo precisa, necessita e merece mais alegria, e o melhor. Parabéns, eu amo todos os seus comentários e reportagens.

POSTAGENS MAIS VISTAS