Seguir o blog

segunda-feira, 27 de maio de 2013

O DESABAFO DE UM HOMEM TRISTE

Mauro José Silva de Morais, pai de Marcela, Milena, Priscila e José, é filho de José Domingos de Moraes, o Dominguinhos sanfoneiro, cantor e compositor pernambucano internado em estado de coma no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, desde o dia 13 de janeiro deste ano.
Mauro está triste, primeiro pelo estado de saúde em que se acha o pai.
Dominguinhos chegou ao Sírio-Libanês transferido do Hospital Santa Joana, de Recife, onde fora internado no dia 17 de dezembro do ano passado.
Foi nesse hospital, aliás, que o rei do baião, Luiz Gonzaga, expirou no dia 2 de agosto de 1989, aos 76 anos de idade.
Mauro também se diz um homem triste por se ver “atirado à opinião pública como um bandido, como uma pessoa interessada” nos possíveis bens que Dominguinhos possa um dia deixar, mas ele ensina:
“A maior herança que um filho pode receber de um pai, eu já recebi: os seus ensinamentos. Através do meu pai, eu aprendi a respeitar as pessoas. Por isso, eu gostaria de ser respeitado também. O que estão fazendo comigo é desumano”, ele desabafa, numa referência delicada à Liv e à mãe dela, Guadalupe.
Mauro, 53 anos, é o filho mais novo de Dominguinhos com a carioca Janete Silva de Moraes, cujo casamento o Rei do Baião relutou em aceitar (ler trecho acima de depoimento constante do livro Dicionário Gonzagueano, de A a Z”). 
Dominguinhos também foi pai de uma irmã de Mauro, Madaleine, já desaparecida.
“Agora Guadalupe diz por aí que é a esposa de Dominguinhos. Não é. Os dois estão separados há 20 anos e pelo menos há dez ela vive com outra pessoa. Esquisito, não é? E eu apareço como vilão nessa história. Esquisito também eu não poder levar meus filhos para ver o avô no hospital. E não posso fazer isso simplesmente porque ela (Guadalupe) não deixa. Sabe, é muita humilhação que eu estou sofrendo”, de novo ele desabafa.
Segundo Mauro, nem o irmão de Dominguinhos, Valdomiro (um dos integrantes do há muito extinto conjunto musical Os Três Pinguins), tem autorização para lhe fazer visita.
“Situação como essa já me fez chorar muito”, conta.
Mauro José Silva de Moraes pede que eu diga que ele não está para brigar com ninguém, tampouco com membros da família; que é de paz e sobre o pai, diz: “Seu estado de saúde é muito delicado e inspira milagres. O meu pai continua inconsciente, mesmo com os médicos fazendo tudo que podem para trazê-lo de volta à vida. É uma luta constante, essa. Temos que continuar orando, e muito!”.

SÃO JOÃO SEM OSWALDINHO?
Pois é, eu não consigo entender o que está se passando na cabeça dos produtores e programadores culturais deste meu país, que não convocam Oswaldinho do Acordeon para abrilhantar os festejos juninos. Será porque ele é bom demais, como diria Dominguinhos naquele arrasta-pé que fez com Nando Cordel?

SÉRGIO SAMBA SAMPAIO
O paraibano Chico Salles acaba de telefonar para dizer que daqui a pouco entrará em estúdio, no Mosh, SP, para gravar participação de Zeca Baleiro no seu novo disco, Sérgio Samba Sampaio. Com ele, o produtor Zé Milton. Também participam do novo CD de Chico, Fagner e Zeca Pagodinho. A direção geral é do craque Henrique Cazes.

PINTO DO ACORDEON
E não é que o Pinto entrou no Programa do Jô? A gravação, que será levada ao ar pela Globo na próxima sexta-feira, está sendo feita agora. A agitadora cultural Rilávia Cardoso está a seu lado, dando segurança.

Nenhum comentário:

POSTAGENS MAIS VISTAS