Seguir o blog

segunda-feira, 22 de julho de 2013

ESSE PAPA É DEZ!

Não encontro palavra mais adequada senão incrível para classificar o comportamento do papa Francisco em terras brasileiras desde o final da tarde de hoje, quando cerca de dez mil pessoas, hipnotizadas, o acompanhavam pelas ruas do Rio de Janeiro e o chamavam entusiasticamente pelo nome, dizendo amá-lo.
Dito isto, digo também que com seus gestos e comportamento tão simples, humano e acessível, o papa Francisco está mudando, para melhor, rápida e definitivamente, a fachada milenar da Igreja Católica, outrora tão sisuda.
Com sua simplicidade e destemor, ele firma-se, assim, como impoluto divisor de águas da igreja, cujo pontificado foi inaugurado por Pedro no início da era Cristã.
Francisco desembarcou na Base aérea do Rio de Janeiro pouco antes das 16 horas. Depois, seguiu num Fiat Idea de janela aberta até o Palácio Guanabara. Lá, ele foi recebido pela presidente Dilma Rousseff e pelo governador Sérgio Cabral, além do prefeito Eduardo Paes e representantes da Igreja.
Centenas de crianças cantaram para ele, que demonstrava alegria e carinho pelas pessoas.

APARECIDA
As cantoras Celia e Celma participarão amanhã à noite, em Aparecida, de um espetáculo musical em homenagem ao papa Francisco, ao lado de Agnaldo Timóteo, Elba Ramalho, Jair Rodrigues, Neguinho da Beija Flor, Renato Teixeira, Sérgio Reis e padre Antônio Maria.
O espetáculo será transmitido pela TV Aparecida.
As duas irmãs foram convidadas para participar da recepção musical pelo cardeal-arcebispo dom Raymundo Damasceno.
Elas cantarão músicas que integram o repertório do CD Lembrai-vos das Procissões e Devoções de Minas, recém-lançado.
As duas são ótimas.

EDUCAÇÃO
Pois é, tudo leva a crer que somos, mesmo, um país mal educado. Explico: hoje no final da tarde o presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, esteve entre as autoridades escolhidas para serem apresentadas ao Papa. Ele estendeu a mão e cumprimentou o sumo pontífice, ignorando completamente a presidente da República, Dilma Rousseff, que estava ao lado.
Que cena! Que pena! O ministro deveria voltar aos bancos escolares, no mínimo para aprender boas maneiras.
DOIS MÚSICOS
Oswaldinho do Acordeon e Antonio Spaccarotella (aí, no clic de Andrea) realizaram um 
belo espetáculo ontem, de manhã, 
no Museu da Casa Brasileira. Os dois foram longa e entusiasticamente aplaudidos várias
vezes pelo público que lotou o local.
Spacca embarcou hoje à noite de Cumbica direto para a sua terra, Itália.  
Antes, ontem à tarde, almoçamos comida baiana num restaurante de Santa Cecília.
Logo mais às 23:30, Oswaldinho estará se apresentando na casa de espetáculos Canto da Ema, 
na região de Pinheiros. 
Eu vou; e você, vai?

FUNK
Atenção! Registro por registrar que recebi há poucos minutos e-mail dando conta da inauguração de um tal Memorial do Funk não sei onde, que teria sido construído com verba pública gerida pelo Ministério da Cultura. Não acredito que isso seja verdade. Se for... Não, não é possível.
De qualquer modo, aguardemos o desenrolar dessa história.

Um comentário:

Júbilo Jacobino disse...

Li seus comentários e fiquei feliz em poder lê-los. Viva a liberdade, viva o Papa Francisco e viva o Brasil!

POSTAGENS MAIS VISTAS