Seguir o blog

quinta-feira, 8 de agosto de 2013

PONTOS DE CULTURA EM DISCUSSÃO

Hoje, no começo da noite, há encontro marcado da TEIA na Praça das Artes - cá em Sampa - para se discutir e avaliar os mais de 700 pontos de cultura espalhados pelo Estado.
Há informação de que esses pontos beneficiam diretamente cerca de 400 mil pessoas e, indiretamente, mais de dois milhões, em São Paulo.
É pouco.
Sabe-se que de todas as formas a cultura se acha entranhada no cotidiano de todos nós, mas num Estado com mais de 40 milhões de habitantes como São Paulo, o mais populoso e importante do País, esses números pouco representam.
É como um tiro n´água, de bucha, e efeito quase invisível.
Para que isso mude, é preciso que os meios de comunicação, todos, se envolvam na divulgação desses pontos, mostrando quem é quem e o que fazem em torno das artes e cultura.
Numa espécie de mutirão, campanhas e programas especiais, o Brasil das artes poderá vir à tona; e não sem tempo, não é mesmo?
As emissoras de rádio e TV são uma concessão do Estado, não são? Apois...
O Estado precisa investir na formação de seus cidadãos.
Para saber mais, inclusive sobre a TEIA, clique:

MÚSICA NAS ESCOLAS
Em 2006, eu fui convidado para proferir palestra de encerramento de um seminário no Congresso Nacional, em Brasília. Eu fui e, dentre outros assuntos, falei da necessidade premente de o ensino da música brasileira ser retomado às escolas, pois desde 1970 ele havia sido abolido pelos militares de plantão, que viam nisso, talvez, um risco à segurança nacional. Que risco? Não sei. Dois anos depois, mais precisamente no dia 18 de agosto de 2008, o então presidente Luís Inácio Lula da Silva sancionou a lei nº 11.769 que determina, exatamente, o retorno da música como matéria curricular obrigatória. A matéria entrou em pauta, mas não entrou nas escolas cinco anos após a lei ser aprovada pelo Congresso e sancionada pelo presidente. E sabem por que isso ainda não aconteceu? Porque não há profissionais especializados para levar a matéria à prática. É o que se diz, como justificativa. Triste, não é? É meio como ocorre na área de saúde...
CLIQUE:
SARAU
Sábado que vem tem sarau Bodega Brasil no projeto Espaço Cultural Periferia no Centro. O convite é do músico Júbilo Jacobino, mas extensivo a todo mundo. Vão estar lá, no auditório da Ação Educativa, nomes da cultura popular como o próprio Júbilo, Eduardo, Costa Sena, Cacau Lopes, Marco Haurélio e quem mais souber cantar, tocar, declamar, contar piadas etc. Eu vou. O auditório da Ação Cultural fica ali na Rua General Jardim, 660, Vila Buarque, pertinho das estações República e Santa Cecília do metrô. É só chegar e ir se enturmando... 
CLIQUE:

Nenhum comentário:

POSTAGENS MAIS VISTAS