Seguir o blog

quinta-feira, 26 de setembro de 2013

DOMINGUINHOS E BADEN POWELL

Varre-Sai é um município fluminense - o mais distante do centro do Rio de Janeiro – localizado na Serra da Sapucaia. A sua área territorial é de pouco menos de 200 Km2 e habitado por mais ou menos 10 mil pessoas, a maior parte de origem italiana.
A cidade, que vive do cultivo de café, ganhou esse nome nos primeiros anos do século 19, em decorrência de um rancho que havia na região frequentado por tropeiros que dele faziam uso para dormir e a dona, Inácia, lhes pedia apenas que ao sair limpassem o local onde deixavam os animais. Ou seja: varre e sai.
Foi nessa cidade, de clima tropical, que nasceu um dos mais importantes violonistas brasileiros: Baden Powell de Aquino, no dia 6 de agosto de 1937.
Baden, que começou a carreira gravando dois discos de 78 RPM na Philips, em 1960, lançou 45 LPs, vários compactos simples e duplos e 13 CDs, no Brasil e no Exterior; principalmente na França, onde nasceram seus dois filhos: Louis Marcel e Phillipe, ambos também músicos.
Em junho de 2000 Baden se apresentou pela última vez em São Paulo, na unidade Sesc Vila Mariana. Na ocasião, Vandré me convidou a ir assisti-lo. Não pude. Três meses depois, precisamente no dia 26 de setembro, o rádio dava a notícia do seu falecimento. Curiosidade: a terceira música gravada por Baden foi um baião, Lição de Baião, de Jadir de Castro e Daniel Marechal, lançada pela Philips em junho de 1961.

DOMINGUINHOS/SARAU
Parte da capital pernambucana está agitada nesta manhã de hoje. O motivo é o traslado dos restos mortais de José Domingos de Moraes, o Dominguinhos. O traslado do cemitério Morada da Paz, em Recife, para o cemitério de Garanhuns foi autorizado pela Justiça, contrariando alguns membros da família. 
Conheci Dominguinhos (acima) nos finais dos anos 1970, e muito tempo depois tive a satisfação de compor uma letra com melodia de Gereba para ele gravar, como homenagem nossa ao Centro Educacional Unificado, CEU, onde hoje, às 20 horas, na unidade Butantã, estaremos à frente de um sarau junto com o cantor, compositor, violonista - e mais um monte de coisas - Jorge Melo. 
A noite e o sarau serão dedicadas a ele. 
Viva Dominguinhos!
Clique: 
http://www.youtube.com/watch?v=pwM9658fKtk
PAPETE/SR. JOSÉ...

Logo mais às 21 horas, no Teatro Arthur Azevedo, em São Luís, MA, o maranhense Papete, que de música sabe tudo, estará levando o povo da cidade para apreciar o repertório de seu novo disco, que é uma pérola intitulada Sr. José... De Ribamar e Outras Praias. Papete, de batismo José de Ribamar Viana, nasceu no dia 8 de novembro de 1947 em Bacabal, chamada de Capital do Médio Mearim, por causa do rio que nasce lá para os lados da Serra Menina e se movimenta sereno por cerca de 930 quilômetros até alcançar o mar. Nos tempos de chuvas, o rio incomoda cidades da região como Pedreiras, a terra de João do Vale (1934-96).

Nenhum comentário:

POSTAGENS MAIS VISTAS