Seguir o blog

segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

DOMNGUINHOS, NO CANTO DA EMA

Dominguinhos faria 72 anos de idade depois de amanha, 12. Nos últimos anos, ele comemorava a data na casa de espetáculos paulistana Canto da Ema, do Paulinho Rosa, seu amigo e parceiro no programa Vira e Mexe, da Rádio USP. Mas a sua ausência física não muda e nem extingue a comemoração. Pelo contrário: a data será alegremente comemorada, “pois é como se seu Domingos não tivesse viajado”, diz Pauliinho.
Foi numa quarta-feira, como a do próximo dia 12, que José Domingos de Morais nasceu, em Garanhuns, PE. Ele criança, junto com dois irmãos também crianças, tocava à porta de um hotel na sua cidade para ganhar uns trocados e, assim, ajudar na manutenção de casa, que era de uma pobreza franciscana. Por capricho do destino, os três foram ouvidos pelo rei do baião, Luiz Gonzaga, que se encantou e prometeu ajuda-los. Dito e feito.
O resto da história, todos conhecem.
Quarta que vem lembrarão a data vários artistas, entre os quais mestre Oswaldinho do Acordeon, Elba Ramalho e Anastácia (aí ao lado comigo, no programa do Jô Soares nos tempos do SBT), que viveu com ele durante mais de dez anos. Detalhe: Anastácia é a compositora com maior número de músicas compostas com um mesmo parceiro, no Brasil: mais de 200, incluindo sucessos como Eu só Quero um Xodó, gravada em várias línguas.

PETER ALOUCHE
O poeta Peter Alouche, mais conhecido por Pedro Nordestino, acaba de ter um cordel musicado e gravado em disco, com produção do Cantador de Alto Belo, Téo Azevedo. Detalhe: Téo acaba de ser agraciado com uma estatueta Grammy, pelo CD Salve Gonzagão.
Ouça a coluna Por Dentro da Mídia, clicando:
http://www.mixcloud.com/pordentrodamidia/cascudo-e-loas-29-de-janeiro-de-2014/

Nenhum comentário:

POSTAGENS MAIS VISTAS