Seguir o blog

domingo, 16 de março de 2014

O FENÔMENO DO ABANDONO

Este é o último domingo de verão deste ano de 14.
Por estas bandas de cá do Sudeste não caíram do céu as águas que um dia levaram o soberano maestro Tom Jobim a, digamos, se inspirar numa simples moda do povo, Água do Céu, para gerar a bossa famosa Águas de Março. "É chuva de Deus, é chuva abençoada/É água divina, é alma lavada", diz a letra - e a melodia - que não é do Tom, mas essa é outra história.
Na região Norte, em Rondônia principalmente, tem chovido horrores. Lá o número de vítimas já passa dos 100 mil.
O Rio Madeira (acima), por exemplo, já subiu perto dos 20 metros acima do seu nível, cobrindo cidades e matando gente e peixes.
Essa tragédia de excesso de chuvas no Norte me faz lembrar a tragédia secular da seca no Nordeste, que um dia, em 1877, fez o imperador dom Pedro II prometer vender até a última joia da Coroa para pelo menos amenizar sofrimento das vítimas.
A seca daquele tempo fez pelos menos 500 mil almas, deixando insepultos e à mercê dos urubus os seus corpos.
Claro, a coroa permaneceu intacta brilhando sobre a coroa do rei, que segundo os compêndios era um cara justo e sensível, estudado, sabedor das coisas do seu reinado.
Muitas outras grandes estiagens se repetiram em 32, que fez o poeta popular Patativa do Assaré compor sem plágio a obra-prima A Morte de Nanã; 79, que quase levou às lágrimas o general de ferro João Batista de Figueiredo, que detestava cheiro de povo; 85...
Em 1985, choveu tanto no Nordeste que o Nordeste quase se acaba.
Chico, Fagner, Gonzaga, Gonzaguinha, Gil, Jobim e outros artistas se juntaram para gravar um disco cuja renda se reverteu às vítimas.
Nesse mesmo ano, Michael Jackson e outros se juntaram com o mesmo propósito para atender as vítimas da seca na África, que matou uma quantidade enorme de pessoas, incluindo mulheres e crianças.
O projeto brasileiro se chamou Nordeste, Já http://www.youtube.com/watch?v=g4Om94w_61g.
O projeto estrangeiro se chamou USA and Africa, com a música We Are The World.
O projeto brasileiro não deu certo porque as emissoras de rádio do Brasil só tocaram, e à exaustão, a música dos gringos.
Você sabe por que as secas e as enchentes ainda são um fenômeno no Brasil?

Nenhum comentário:

POSTAGENS MAIS VISTAS