Seguir o blog

sexta-feira, 23 de maio de 2014

BRASIL, FIFA E MÃE-JOANA

Primeiro eles chegaram invadindo nossas terras, estuprando nossas índias e escravizando nossos índios, e não reclamamos.
Depois eles roubaram nosso ouro e novamente não reclamos.
Eles continuaram a chegar, pintando e bordando e como antes, pra que reclamar?
Agora, totalmente confiantes, donos de si e dos outros, eles sequestraram a nossa língua e até o nome do nosso País e calados estávamos, calados continuamos.
Chegaram com gosto de gás e fome de cachorro louco, indo ao Instituto Nacional de Propriedade Industrial, INPI, e registrando duas centenas de expressões e palavras da nossa língua, como suas.
No bojo, levaram até o termo pagode que identifica o ritmo musical cantado pelas negras baianas do século 19.
Pode?
E assim, e por conta disso, nem escrever Natal 2014 ou Rio 2014 a gente pode mais. Aliás, para usar a expressão simples que é Brasil 2014 tivemos de pagar, calados, a bagatela de 20 milhões de reais.
Eles estão com a bola toda e a culpa é nossa, pois fizemos da nossa casa a casa-de-mãe-joana, que, como sabemos, é a casa da desordem, da promiscuidade, da putaria, a casa de ninguém, a casa em que todos mandam e desmandam do jeito que querem principalmente se forem os mandantes forasteiros de língua enrolada.
Nestes dias bicudos de hoje não é fácil ser brasileiro...
Ah, sim, a Joana referida na expressão popular foi rainha de Nápoles e viveu nos tempos da Idade Média, ali pelo século 15, e como a Irene da canção de Nico Fidenco, ela, segundo uma versão da sua história, comandou bordéis ou algo parecido depois que perdeu o trono.

REI DA EMBOLADA
O pernambucano de Cabo de Santo Agostinho Manezinho Araújo (acuna, comigo) 0nasceu no dia 27 de setembro de 1910 e morreu na capital paulista, dormindo em casa, no dia 23 maio de 1993. Na sua missa de sétimo dia reunimos amigos na igreja e fizemos uma roda de embolada. Entre os amigos o mineiro Téo Azevedo e o paulista Rolando Boldrin. Manezinho foi o primeiro artista nordestino a compor e a gravar emboladas, no Rio de Janeiro. Isso, em 1933.saiba mais clicando http://www.soutomaior.eti.br/index.php?option=com_content&view=article&id=58&Itemid=28. E ouça: http://www.youtube.com/watch?v=G61CuKobPv8. Ouça também: http://www.youtube.com/watch?v=RVIWPaxCRB0

CABOCLINHO QUERIDO
O cantor e compositor carioca Sílvio Caldas nasceu no dia 23 de maio de 1908 e morreu no dia 3 de fevereiro de 1998, em Atibaia, SP, deixando verdadeiras pérolas musicais. Compartilhei com ele alguns uisquinhos. Sílvio não era muito chegado a Copa, mas gostava muito de um bom papo e copo com água que passarinho não bebe. Ouça-o: http://www.youtube.com/watch?v=JnUEfgxoTlY

Nenhum comentário:

POSTAGENS MAIS VISTAS