Seguir o blog

sábado, 9 de agosto de 2014

A OPINIÃO COMO ESPETÁCULO

Lembrei-me há pouco do conterrâneo e xará famoso Assis Chateaubriand (1892-1968) ao escutar pela Rádio Jovem Pan Os Pingos nos is, programinha engraçado de final de tarde do crítico de plantão Reinaldo Azevedo.
Conta-se que certa vez ao velho Chatô um jornalista foi pedir emprego e como teste recebeu a incumbência de escrever um texto sobre Jesus Cristo, mas de bate-pronto perguntou:
- A favor ou contra, Dr. Assis?  
O cara ganhou o emprego, claro.
Opinar é bom e com responsabilidade, melhor ainda.
Hoje mais do que nunca, e mais até do que os jornalões tradicionais, as emissoras de rádio de São Paulo estão apostando firmemente em opinião como produto assinado, caso das rádios CBN, Estadão e Jovem Pan, que do ramo têm bons craques como Alexandre Garcia, Arnaldo Jabor e já referido Reinaldo Azevedo.
Dentre todos Reinaldo é o que exagera, ao se colocar como sabichão dos sabichões, o que mais sabe de tudo e muito mais, por isso chega a dizer besteira em nome do livre-pensar como o fez ontem ao falar sobre as origens do saiote dos escoceses e tomar para si a a manjada expressão que dá título ao programa.
A expressão “os pingos nos is” é uma expressão folclórica tão antiga como “quem fala muito, dá bom dia a cavalo”.
O fato é que a opinião, mais do que a notícia, está virando show, espetacularização.
Não sei se isso é bom.
           
O VELHO CHICO’
Ouço no rádio notícia dando conta de que o nível das águas do Rio São Francisco está baixando assustadoramente, por causa da longa estiagem. No leito do rio não tem caído um pingo d’água sequer. Por causa disso, as consequências têm sido dramáticas. Até o serviço de balsas que atende as necessidades dos moradores de várias cidades ribeirinhas, como Januária e Três Marias, está suspenso. Em Pirapora, os passeios no vapor centenário Benjamim Guimarães – o único em ótimo estado ainda movido à lenha -, também. Porém os trabalhos para o desvio de suas águas para Pernambuco e Paraíba e outros Estados nordestinos continuam de vento em popa nas suas diversas frentes. Ao lado do Tietê, o São Francisco é o rio mais cantado na música brasileira.

Nenhum comentário:

POSTAGENS MAIS VISTAS