Seguir o blog

quinta-feira, 30 de outubro de 2014

FALTA DE CHUVA INSPIRA COMPOSITOR

Oito dos nove estados Nordestinos continuam sofrendo as mazelas da seca.
Três dos quatro estados do Sudeste estão sofrendo da mesma causa.
Em Minas Gerais até a nascente do São Francisco secou.
Em São Paulo dezenas e dezenas de municípios estão com racionamento d’água, mesmo com o governador Alckmin dizendo  contrário. Mas ele está visivelmente aperreado.
A linha vermelha entre o Palácio dos Bandeirantes e o Palácio do Planalto está ativada, com o governador paulista estendendo o pires à presidente Dilma Rousseff.
E o povo sofrendo, sem saber o que lhe ocorrerá nos próximos dias ou meses com relação à crise hídrica que está se vivendo.
Aliás, a água, a falta d’água e o excesso d’água n’alguns momentos da vida brasileira têm sido secularmente um problema cruciante.

Em 1985 – quem não se lembra? – os artistas da música brasileira, à frente Chico Buarque e Fagner, se mobilizaram em torno do dilúvio que quase afoga todo o nosso Nordeste. Naquela ocasião, a pedido do Fagner, o poeta Patativa do Assaré (1909 – 2002) escreveu uma letra, “Seca d’água”, que Chico e Fagner inspiradamente melodiaram. A obra foi incluída no compacto simples e vendido com a grana resultante daí destinada às vítimas daquelas terríveis enchentes. Essa iniciativa foi inspirada no movimento de artistas norte-americanos que geraram o LP “We are the world”, naquele mesmo ano de 1985.
Enquanto a iniciativa brasileira chamou-se Nordeste, Já!, os americanos denominaram o movimento pró-africanos de USA Africa.
Os recursos arrecadados com iniciativa de Chico e Fagner rendeu pouco mais de zero, enquanto a iniciativa norte-americana rendeu  55 milhões de dólares.
Cerca de 150 vozes da nossa música popular se acham no disco Nordeste, Já!, desde os próprios Chico e Fagner, a Djavan, Luiz Gonzaga, Gonzaguinha, Fafá de Belém e Caetano.
Fica o registro.

O tema água, falta ou excesso, se acha com muita frequência na discografia da música brasileira. Agora mesmo mais uma pode  ser acrescentada:  Súplica paulistana (abaixo), do Potiguar Germanno Júnior.

Súplica paulistana é uma belíssima canção inspirada no clássico da música popular Súplica Cearense, de Gordurinha e Nelinho (abaixo).

Nenhum comentário:

POSTAGENS MAIS VISTAS