Seguir o blog

segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

TOM E VINÍCIUS NAS OLIMPÍADAS DE 16

O Brasil é, mesmo, um país privilegiado.
Com mais de 8,5 milhões de km quadrados e uma população que já ultrapassa os 200 milhões de pessoas, o Brasil se acha entre os cinco maiores países do mundo. Como se não bastasse, somos, a rigor, uma população ainda nova.
A miscigenação brasileira também é das maiores do mundo.
Sem terremotos, maremotos, tsunamis,  nossos problemas são, geralmente, provocados por nós mesmos. Caso do que está ocorrendo na Petrobrás e outras empresas brasileiras. Mas o mal da corrupção não é exclusivamente nosso.
No campo das artes, o Brasil também é destaque no mundo todo. Na música, então...
O campineiro Carlos Gomes (1836-1896), considerado até hoje o maior compositor operístico das Américas, foi o primeiro artista a levar o nome do Brasil para o mundo, a partir da Itália, onde morava. Foi em 1870 que ele apresentou pela primeira vez a ópera O Guarani, de sua autoria, baseado em romance homônimo do cearense José Alencar.
Depois de Gomes, outros nomes enalteceram o Brasil com a sua arte, a exemplo de Ary Barroso, Villa-Lobos, Tom Jobim (1927-1994) e Vinicius de Moraes (1913-1980), entre outros.
Tom e Vinicius acabam de emprestar seus nomes aos mascotes que representarão as Olimpíadas de 2016, que serão realizadas no Rio de Janeiro.
Tom, compositor e maestro amplamente reconhecido em todo o mundo, deixou um legado musical que ultrapassará gerações e gerações, a exemplo do seu parceiro, Vinicius.
A música Garota de Ipanema, de autoria dos dois, foi gravada pela primeira vez por Pery Ribeiro, em 1963. A história dessa gravação o próprio Pery uma vez me contou, durante entrevista que realizamos para o programa São Paulo Capital Nordeste. Na ocasião, ele contou que ouviu, gostou e, simplesmente, a gravou sem o prévio conhecimento ou autorização dos autores Tom e Vinicius.
Esse marco da bossa-novista foi lançado por Pery em disco de 78 voltas.
Não custa lembrar que a Bossa Nova ganhou formato de gravação em disco em 1958, num LP da cantora Elizeth Cardoso que teve a participação instrumental do próprio Tom.
Este nosso país é mesmo incrível!
E ainda temos Cornélio Pires, Tonico e Tinoco, Antenógenes Silva, Luiz Gonzaga, Geraldo Vandré, Gilberto Gil e tantos e tantos.
Pois é.

EDUCAÇÃO & CULTURA
O governador Cid Gomes (Pros), do Ceará, acaba de recusar convite para ocupar o cargo de Ministro da Educação no segundo tempo de governo de Dilma Rousseff. Cid tem desenvolvido um excelente trabalho no campo da Educação no seu Estado. Esse trabalho começou há anos, desde quando ele era prefeito do município de Sobral. Dentre todos os estados nordestinos, o Ceará é o que exibe a melhor nota na área da Educação. E olha que o Ceará ocupa o vigésimo terceiro lugar no PIB nacional, o que o faz um dos estados mais pobres do país.
Para ocupar a pasta da cultura o nome até agora mais cotado é o de Juca Ferreira, ex-ministro da área e atual secretário do município de São Paulo. 

Nenhum comentário:

POSTAGENS MAIS VISTAS