Seguir o blog

quinta-feira, 23 de julho de 2015

DE DILMA E AMÉLIAS

Crise política, crise econômica, crise institucional, crise de tudo. O Brasil tá frito, e de tabela nós todos, brasileiros.
Você sabe o que é superávit primário?
Superávit primário é uma espécie de caderneta de poupança, de reserva técnica, de caixa, de grana, enfim, para ser utilizada nos momentos necessários, difíceis, complicados, como o que estamos todos vivendo. Mas a irresponsabilidade dos dirigentes por nós escolhidos para por o cabresto nos problemas de ordem geral não o puseram, e o resultado é o que se vê: arrocho geral, pois, como sempre, nós contribuintes somos arrolados para tapar os rombos que se multiplicam e se alastram Brasil afora.
As contas do Governo estão mais furadas do que tábua de pirulito.
Gastou-se o que não se tinha, e quando se gasta o que não se tem o resultado é o que se vê: desgraceira geral no bolso de todos nós.
Isso, aliás, me lembra o personagem Honório da história A Carteira, dos contos fantásticos do fantástico Machado de Assis, que todos deveriam ler.
Nesse conto trata Machado de um advogado de 30 e poucos anos, que gasta o que não tem para satisfazer a mulher Amélia nas suas necessidades de integrante da classe média. Ele pede dinheiro emprestado a Deus e ao diabo para atender as vontades de sua amada e assim entra no buraco sem fundo das dívidas que se acumulam, até que acha uma carteira e aí cai noutro buraco, que é o da dúvida. Quase pira, e não vou contar mais porque é uma história que lembra a história dos gastos extraordinários feitos pela gerente da República Federativa do Brasil.
Há, sim! A Amélia de Machado, como a Dilma do Planalto, está muito longe da Amélia do samba de Ataulfo e Mário Lago.

Que pena? 


Nenhum comentário:

POSTAGENS MAIS VISTAS