Seguir o blog

terça-feira, 11 de agosto de 2015

MENTIR É COISA FEIA...

O banco de dados construído pela sabedoria popular é riquíssimo e acessível a todo aquele que decida ou deseja aprender.
Aprender será sempre uma decisão brilhante.
Quando determinada situação é grave, diz-se: “o mar não tá pra peixe”. 
No caso, a referência é o tubarão.
Mas é o caso de também dizer que em mar revolto até tubarão sucumbe.
A política costuma gerar grandes e insaciáveis tubarões; mas tubarões, por maiores e mais perigosos que sejam também sucumbem em águas revoltas.
O alimento dos tubarões quase sempre está nos campos minados da corrupção construídos pela mentira.
A mentira, quando não mata, aleija.
Certa vez, mestre Luís da Câmara Cascudo (1898-1986), brincando, me disse ser a mentira uma coisa feia. “Mas é tão bom mentir!”.
Mas é claro que ele estava pilheriando, ‘tirando uma’, como se diz no jargão popular.
Mentir brincando, de brincadeira, claro que pode. O que não pode é mentir de verdade, como fazem tantos políticos desta nossa terra tão judiada pelo mal da sacanagem, canalhice, da corrupção... Mas mentir até ‘profissionalmente’ é algo tão corriqueiro no Brasil quanto aspirar o ar poluído das ruas.
Dilma mentiu.
Por mentir, enganar e destruir o sonho de tanta gente, a presidente da República no seu segundo mandato corre o risco de pagar um preço alto pelo que fez, ou seja: mentir, mentir, mentir.
Mentir, como disse Cascudo, é uma coisa muito feia.
Por isso, está se desenhando mais uma grande manifestação popular, prevista para o próximo domingo. Essa manifestação tem a ver com as crises diversas que temos enfrentado. 
Hoje os integrantes da CPI do BNDES apresentarão o cronograma de trabalho.
Nessa cumbuca, tem coisa. Mas, que prevaleça a verdade!
A vida pede que tenhamos meta e respeito ao próximo. 

Nenhum comentário:

POSTAGENS MAIS VISTAS