Seguir o blog

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

FOGO APAGA A MEMORIA DA CULTURA POPULAR

1, 2, 3 e 4.
Pois é, o fogo invadiu a Cinemateca pela 4º. Foi hoje, no começo da manhã. Naturalmente, parte da memoria do cinema nacional foi para o vinagre. Ainda não se sabe  a causa do incêndio e nem os rolos de filmes, fotos, jornais, revistas e maquinas que as labaredas engoliram. Mais com certeza houve prejuízo, e não dos pequenos.
Tudo isso poderia ser evitado, mais não foi. Como também não foi evitado o incêndio que devorou recentemente o museu da língua portuguesa, na Luz.
Os incêndios no Brasil são fogo. Desculpem-me o trocadilho, mas não dá para ficar quieto diante dás gestões irresponsáveis tão comuns entre nós.
Qual será o próximo alvo do fogo?
Ano passado, o fogo visitou e destruiu totalmente o teatro do Memorial da América Latina,
Que até agora não foi refeito. A justificativa é: não a verba. Enquanto isso, a memoria da cultura brasileira vai se extinguindo pela irresponsabilidade humana.
Não basta construir espaços memorias: é preciso fazer manutenção, e de tudo isso é o custo mais barato...
E o MASP em? Boa parte da historia da pintura do mundo se acha lá, e se o fogo resolver dar um pulinho lá na calada da noite, hein.
Não podemos esquecer, jamais, que o brioso corpo de bombeiros e sempre chamado depois que o fogo da às caras.  
O instituto memoria Brasil guarda no seu acervo mais de 150 mil itens referentes à cultura popular brasileira, entre esses itens, se acha um depoimento exclusivo do nosso mais importante folclorista, Camara Cascudo (abaixo). Esse acervo despertou interesse do Ministro da cultura, Juca Ferreira. O interesse foi expresso no sentido de preservação. Mais até agora...

Você conhece o instituto memoria Brasil?  http://www.institutomemoriabrasil.org.br


Um comentário:

jccortinovis disse...

A cultura é a memória de um povo , pra que conservar a memória !??
Teremos isso quando o povo tiver uma boa educação com boas escolas em todos os níveis. E valorização dos professores logicamente .
Investir na educação , prioridade ZERO
Abraços prezado Assis

POSTAGENS MAIS VISTAS