Seguir o blog

sábado, 25 de março de 2017

A HISTÓRIA ATRAVÉS DA IMPRENSA



Irene Ravache e Dan Stulbach, clientes da Enigma
Gutenberg (1398 – 1468) inventou a Imprensa na segunda parte do século 15. Ele jamais poderia imaginar que a sua invenção mudaria o mundo. Ou, no mínimo, enriqueceria o mundo. A partir da sua invenção, o mundo passou a ficar mais perto de nós.
Sem Gutenberg e sua invenção de tipos móveis, a história se perderia por completo sob o tapete do tempo.
Antes de Gutenberg, a história era oral. Ou seja: passada de boca em boca. É o que ainda chamamos de oralidade.
O papel foi inventado uns três séculos antes, pelos chineses.
Um enigma?
A história sem a prensa de Gutenberg seria, certamente, um eterno enigma.
Antes de Gutenberg não existia a Bíblia em livro.
Ao pisar o solo lunar, em 1969, Armstrong (1930 - 2012), disse ser o que estava fazendo “um pequeno passo do homem, um grande passo para a Humanidade”.
O mesmo pode-se dizer de Gutenberg.
Hoje, beirando a segunda década do terceiro milênio, reconhecemos plenamente a importância de Gutenberg e do homem na Lua.
Há 40 anos surgiu no Brasil, mais precisamente na Capital paulista, um cidadão que depressa entendeu ser preciso reunir a história de pessoas públicas. Para isso criou uma empresa: Enigma.
Foi um belo saque, uma bela iniciativa.
Esse cidadão tem por nome Alberto Dias Santos, baiano de Vitória da Conquista, com visão à frente do tempo. A empresa que inventou continua com os propósitos iniciais, ou seja: recolhendo e repassando aos interessados o noticiário de jornais e revistas.
Dentre as centenas de empresas, empresários e artistas de todos os setores, incluindo música, teatro, cinema e TV,  que se utilizam dos préstimos da Enigma estão Irene Ravache, Jayme Monjardim, Dan Stulbach, Carol Castro, Antonio Calloni, Lauro Cesar Muniz, Leopoldo Pacheco e Lilian Gonçalves, entre outros; e empresas como DIEESE, Associação Brasileira de Odontologia, Associação Brasileira de Bares e Restaurantes...
O inventor da Enigma eu o conheço a pouco mais de 40 anos.
Gostei de reencontrar meu amigo Alberto.
Saiba o que é Enigma, clicando:

Nenhum comentário:

POSTAGENS MAIS VISTAS