Seguir o blog

terça-feira, 9 de maio de 2017

E TOME TIRO NO SÃO PEDRO!

É galopante o desmantelamento das estruturas culturais de SP, leia-se: do Estado e do Município.
Não faz tempo a Secretaria de Cultura do Município de São Paulo desestabilizou o Clube do Choro que tinha como endereço o Teatro Artur Azevedo, na Mooca.
E não faz tempo também, que os paulistas/paulistanos tomaram conhecimento do fim da Banda Sinfônica do Estado. Essa Banda, de qualidade excepcional, existia há 30 anos. 
No último sábado, 06, o mundo da música e dos apreciadores da música tomaram conhecimento do tiro que a Secretaria de Cultura do Estado deu contra a Orquestra do Teatro São Pedro, destroçando-a.
Dos cinquenta e poucos músicos da Orquestra muitos foram demitidos e substituídos por estudantes. O titular dessa orquestra, o maestro e diretor artístico do Teatro São Pedro, o paulistano Luiz Fernando Malheiro, foi pego de calças curtas. E ele ficou bravo com isso, e com razão, pois tomou conhecimento da tragédia cultural quando se achava em Manaus. Malheiro assumiu a direção do Teatro no dia 1º de Junho de 2014.
A Orquestra do Teatro São Pedro era, até aqui, a única especializada em ópera no País.
Eu e milhares e milhares de pessoas ficamos tristes com a decisão irracional e injustificável dos bam bam bans que, grosso modo, tomam conta da cultura que já encontra poucos espaços para se apresentar.
Num passado não muito remoto, havia centenas de teatros de bom porte espalhados pela cidade de São Paulo. Hoje esse número está na casa dos 100, assim mesmo todos de pequeno porte, na maioria.
O teatro São Pedro e o Teatro Municipal de São Paulo são os mais antigos em funcionamento na cidade.
O teatro São pedro foi criado por um jovem português de 25 anos de idade, de nome Manuel Fernandes Lopes. Ele era natural de Saserdas de São Pedro e o teatro a que deu nome foi inaugurado no dia 16 de janeiro de 1917.
Será que há alguma pretensão de se extinguir de vez o Teatro São Pedro e a sua programação cultural?
O teatro Municipal foi inaugurado em 1911. Sou completamente a favor de que se construa orquestras de jovens estudantes e dessas orquestras saiam grandes músicos, compositores, maestros...
E vocês já pensaram num Dória presidente?
Vocês já pensaram num Alckmin presidente? Nas próximas eleições vão surgir muitos pais da Pátria.
Enquanto isso a Cultura Brasileira continua sangrando.


BRINCANDO COM A HISTÓRIA (7)



Nenhum comentário:

POSTAGENS MAIS VISTAS