Seguir o blog

sábado, 20 de maio de 2017

ESPERTEZA É BURRICE





O saber popular classifica a pessoa muito experiente, traquejada como "puta velha".
O mundo tá cheio de "putas velhas", de pessoas que dão nó em pingo d'água e saem ilesas, sem arranhões, de situações as mais complicadas, difíceis, emblemáticas.
Prá não irmos muito longe, não custa lembrar que o mineiro de São João Del Rei, Tancredo Neves dava nó em pingo d'água e se entendia com Deus e o diabo. 
Tancredo de Almeida Neves (1910-1985), advogado pela escola mineira, ingressou na política como vereador em 1935. Em 37, Getúlio Vargas deu um golpe dentro do golpe que resultou no Estado Novo, levando Tancredo à prisão. Muito tempo se passou, antes de Tancredo virar primeiro ministro do Brasil, no curto período de parlamentarismo até que se transformasse no último presidente eleito pela via indireta, ganhando de Paulo Maluf por uma vantagem de 69% (480 x 180) via Colégio Eleitoral.
Pela ótica de classificação popular, o paulista de Tietê, Michel Miguel Elias Temer Lulia é também um "puta velha".
Os "putas velhas" e seu similar feminino também escorregam em casca de banana e vão ao chão. E é o que vai acontecer com Temer, pois é incompreensível e inaceitável, também imperdoável, que alguém que ocupa o mais alto cargo da República receba marginais na calada da noite para conversas não republicanas. A isso dá-se o nome de traição à Pátria.
A gula por dinheiro, por poder, costuma transformar os seres humanos. Há até um ditado que diz algo como: se queres conhecer alguém, dá-lhe um cargo político, ou de mando numa empresa.
Isso faz-me lembrar um símbolo nacional, Gérson, que sumiu da vida profissional por induzir as pessoas a tirar vantagem em tudo.
Foi em 1976 que o carioca Gérson, ídolo da Seleção Brasileira, desde a Copa de 70, aceitou fazer um comercial para um cigarro. Nessa propaganda o ídolo destacava as vantagens de se consumir o cigarro Vila Rica, que nem existe mais. Como Gérson. A propaganda foi esta:


Ah! A propósito, as espertezas e traquinagens de Aécio devem estar fazendo o avô se revirar no túmulo, que coisa!
 O AUTOR NA PRAÇA

Logo mais às 15 horas os escritores Ignácio de Loyola Brandão e Mouzar Benedito estarão na Praça Benedito Calixto, ali em Pinheiros, conversando com seus leitores dentro da Programação de 15 anos de O Autor na Praça. Fica o registro.


BRINCANDO COM A HISTÓRIA (13)





 

Nenhum comentário:

POSTAGENS MAIS VISTAS