Seguir o blog

sexta-feira, 30 de junho de 2017

ARMADILHAS CONSTITUINTES


Dia 28 deste mês motivo havia para que se comemorasse o Dia Estadual do Choro. Mas não houve comemoração nenhuma sobre tão importante data. 
O Dia Estadual do Choro foi criado em homenagem ao paulista Anibal Augusto Sardinha (1915-1955). Augusto ficou famoso pela categoria com que tocava violão. Começou a tocar bem cedinho, com 12, 13 anos de idade, daí veio o apelido que o tornou famoso em boa parte do mundo: Garoto. Ouça-o acima. A respeito dele há um livro muito bem feito assinado pelo criador do gênero musical Jequibau, Mario Albanese.
No dia 29, algo igual poderia ter sido feito pois, nesse dia, a Igreja Católica trouxe para o seu calendário o nome do pescador Pedro, Petrus, Pedra, primeiro Papa Cristão. Pescador de primeira, irmão de André. Foi André que apresentou Pedro a Cristo e cá estamos, batendo palmas para Pedro, pedra, vida cristã.
No começo era o verbo, hoje é verba.
Não vou dizer que o Congresso seja fechado, jamais.
Por pior que seja, temos que nos encarar diante do espelho. O que está aí, democracia, fomos nós que conquistamos. A invenção vem de Petrus, da Grécia.
Demo é povo, não é diabo.
Diabo é o que em nome da democracia se inventou para nós, demo, povo.
A Constituição Brasileira em vigor, aprovada em 1988, é a melhor de todos os mundos. Tão boa, que é ruim para nós.
A Constituição Estadunidense tem, acho, 12 ou 14 artigos. E foi aprovada  pelo Congresso representante do povo Norte americano há mais de 200 anos.
A Constituição brasileira foi feita para defender a bandidagem. A bandidagem de hoje.
A Constituição Cidadã, assim chamada por Ulisses Guimarães está aquém do povo. E povo besta é o que somos.
Meu amigo, minha amiga, você chegou a ler a primeira Constituição do Brasil?
A primeira Constituição Brasileira data de 1824 e recebeu a chancela do imperador Pedro II.
A primeira Constituição Republicana data de 1891. A chancela foi do Marechal alagoano Deodoro da Fonseca, que durou, legalmente, nove meses no cargo como presidente da república.
Meus amigos, minhas amigas, a Constituição Cidadã é uma porcaria. Que o digam os ladrões pé rapados, os ladrões de galinhas, os errados de pé no chão, rachados.
O Aécio, o Eduardo não sei de quê, esses canalhas todos, incluindo o temerário Temer, cafajeste, são todos cheiros da pior espécie. E pelo andar da bicicleta sobreviverão.
Opa! levaram minha carteira!

FESTAS POPULARES

O telefone cá de casa não parou de tocar depois que, bonitão, apareci na televisão falando sobre a cultura popular brasileira no canal Futura. Foi hoje, todo mundo sabe, e se você me viu hoje, me veja também amanhã na tevê Caatinga, às 11 hs. Mas eu sei que você vai gostar. Ligue domingo às 11 hs da manhã também que eu lá estarei sorrindo prá você e falando sobre as origens das danças populares. Pelo que me disseram, ficou foi bom. O programa, Eu Sou o Forró, é apresentado pelo meu amigo sanfoneiro Targino Gondin. Cabra bom da gota serena!


BRINCANDO COM A HISTÓRIA (33)

O cartunista Fausto, o Faustinho, de Reginópolis, SP, é um gênio. Todo mundo sabe disso, não é mesmo? A sacada que ele teve ao por ao mundo da inteligência e da sensibilidade as tirinhas que contam a história da história é algo realmente absolutamente fantástico. Tirar os homens da caverna, que somos nós, e dar vida a eles nos tempos atuais é coisa que só faz quem pensa além do tempo. O Fausto é foda!



Nenhum comentário:

POSTAGENS MAIS VISTAS