Seguir o blog

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

JORNALISTA TAMBÉM É GENTE

Não é todo dia que a minha categoria profissional, e de roldão meus amigos, se junta para bailar, brincar e se confraternizar para espantar maus-olhados e a secura sem fim dos ignorantes sem fé, sem a preocupação pelo furo, pela melhor notícia.
Ora!
Aliás, a melhor notícia hoje é:
- Amanhã 30, às 21 horas, no Club Holms, à Avenida Paulista, 735, Eduardo Ribeiro convida a todos para um bota-fora pelos 15 anos de sua/nossa querida debutante Jornalistas&Cia., em pleno vigor da adolescência.
Quem não for, acho que é doente do pé ou tem minhoca na cabeça.
A vida é: uma festa.
Ninguém nasceu para sofrer.
Sofre quem é doente do pé ou tem minhoca na cabeça.
O poeta gaúcho Mário Quintana já dizia que não basta viver a vida, é preciso sonhá-la.
E sonhar é dançar; é espantar, com galhardia, os males que permeiam à revelia o nosso dia-a-dia.
O poeta português Fernando Pessoa, por sua vez, dizia que sentir é viver.
E completava: “Pensar é saber viver”.
Ora, o que mais faz o jornalista, hoje e sempre, como o filósofo, é pensar.
E atuar.
É de Pessoa também a frase bonita e emblemática:
“Navegar é preciso, viver não é preciso”.
A ver, claro, com criação, com recriação, refazer, repensar, ressurreição e viver.
As razões para a festa de amanhã no Holms, promovida por Edu, são várias, além, naturalmente, do debut da menina Jornalistas&Cia., também muito conhecida por “newsletter”.
Uma dessas grandes razões é bater palmas para os 15 mais votados jornalistas premiados nos últimos 15 anos, no Brasil.
Quem são esses nomes?
Quem for à festa saberá, em primeira mão.
Quem não for, só saberá depois.
E chega de porrada, minha gente: jornalista também é gente!
Mais informações sobre o debut de Jornalistas&Cia. pelo telefone 3217.6299.

ANIVERSÁRIO
- Pois é, mais uma vez caí na besteira de aniversariar. Resultado: amigos dizendo coisas e fazendo tim, tim à distância, como as irmãs cantoras Célia & Celma, Patrícia, Telma, Eduardo, Darlan e o grande engenheiro Nestor Tupinambá, que não teme arriscar brindes com versos como estes:

AO MEU AMIGO CANTADOR
NOME SEU ASSIS ANGELO
PROMITENTE FIADOR,
SUJEITO BOM NÃO VANDALO
DE GRANDE, BOA AMIZADE!
MUITA E FORTE SAÚDE
PRÁ CANTÁ O ALAÚDE
E INFINITA PACIÊNCIA
PRÁ TÊ SUBSISTÊNCIA!

E PARO POR ESSA LINHA
QUE POETA NÃO SOU NÃO
ESSA NÃO É A MINHA
AÍ SOU RUIM, UM ANÃO
DEIXO MEU ABRAÇO FORTE
PRU ASSIS COMPANHEIRO
INCRUSIVE PRÁ D.ANDRÉIA
MUITA BOA, BOA SORTE
NUM SI AVEXE DESSA IDÉIA
BOA NOITE, ALEGRES FESTEJOS
ESSA DATA NUM RETROCEDE
MANDE PRU ÉTER US DESEJOS
E FAZ O QUE ELA LHE PEDE!

Nenhum comentário:

POSTAGENS MAIS VISTAS