Seguir o blog

segunda-feira, 13 de junho de 2011

SIMPLICIDADE RADICAL, 2

Uma estrela se desgarrou das outras e caiu no céu, da boca.
..............................
Era noite e a lua, cheia. E chovia muito, torrencialmente. Relâmpagos, raios e trovões provocavam gritos e arrepios. A lua, alumiando o aguaçal, acabou engolida por uma boca de lobo. E tudo virou breu.
......................
Um vendaval de meteoros e cometas desabou do nada sobre a lua, pegando São Jorge de surpresa. O dragão o salvou, engolindo-o; e o vendaval parou deixando o solo lunar todo craterado, tal qual tábua de pirulitos.
...................................
E o sol caiu, queimando o nada.
.............................
Ele nunca entendeu que a vida é tudo. Até que um dia acordou com dor de dente.
..................
Marx brincava dizendo que Deus nunca existiu. E Marx morreu.

Um comentário:

Paulo Henrique Lima disse...

Caro Assis Angelo!
Parabéns por esse texto: claro, engraçado e poético.

POSTAGENS MAIS VISTAS