Seguir o blog

domingo, 5 de junho de 2011

XANGAI CANTA NO SESC IPIRANGA. VÁ!

Estão desmontando a televisão brasileira.
Agora foi a vez de a Gazeta demitir uma das mais belas e firmes vozes do jornalismo brasileiro:
Maria Lydia, que há duas décadas andou dando categoria ao noticiário.
E com opinião.
Um nome-exemplo e tanto, sem dúvida, essa Maria.
Lamentável a decisão da Gazeta.
Há mês e pouco, a Fundação Padre Anchieta, representada não sei por quem do Olimpo sujo político, mandou à rua um dos maiores maestros do País: Júlio Medaglia.
E ninguém falou nada.
E ninguém fala nada.
E por ninguém nada falar, a gente vai se acomodando.
O futuro dirá o quanto estamos perdendo com esse mutismo conveniente.
Vou dizer mais nada não, para não me irritar mais do que já estou.
Mas o que dizer de um jornal que troca a sua capa principal, a primeira, e num domingo, por anúncio?
Isso fez hoje o Folha de S.Paulo.
Ingenuidade minha?
Mas é duro constatar: notícia é tapa-buraco, apenas um detalhe que entra nas folhas quando não há mais espaço para publicidade.
Putz!
E ninguém diz nada; e tudo em nome da pluralidade de expressão, da democracia etc.
Palmas.
Palmas?
Vou dormir.

XANGAI EM SÃO PAULO
O grande cantador baiano Xangai (foto) é a presença que faltava na unidade Sesc Ipiranga, no próximo dia 11. Ele acompanha-se-á ao violão, num espetáculo desde sempre primoroso e histórico que define como Brasilerança.
Eu vou, você vai? Se você não for é porque é bobo. Corra, pois, os ingressos estão no fim.

PALOCCI
Cai quando?

Nenhum comentário:

POSTAGENS MAIS VISTAS