Seguir o blog

quarta-feira, 10 de agosto de 2011

ROBERTO MENDES E A CHULA

O romântico Gonçalves Dias, maranhense de Caxias, é um dos mais importantes poetas brasileiros, de todos os tempos.
E também teatrólogo, mas esquecido nesse campo de atuação artística.
Nasceu no dia 10 de agosto do longínquo ano de 1823.
O seu poema mais famoso é Canção do Exílio, que compôs cinco anos depois de deixar sua terra para estudar Direito em Coimbra, Portugal.
Foi vítima de naufrágio, no regresso ao Brasil em 1864.
Transitava pelo lirismo poético e por temas nacionalistas e medievais.
Teve e tem muitos seguidores.
Poetas de escolas diversas, como o modernista Oswald de Andrade, encontraram no famoso poema inspiração para suas obras, como Casimiro de Abreu e Guilherme de Almeida (Canção do Expedicionário) e letristas da música popular, como o uruguaio naturalizado Taiguara Chalar da Silva (Terra das Palmeiras) e os cariocas Chico Buarque e Tom Jobim (Sabiá).
Canção do Exílio, constantemente recriado e parodiado, foi escrito em julho de 1843.
Dois de seus versos estão no Hino Nacional Brasileiro, estes:

“Nossos bosques têm mais vida,
Nossa vida, mais amores”.

E o poema inteiro é este, formado por três quadras e dois sextetos ou sextilhas:
Minha terra tem palmeiras,
Onde canta o sabiá;
As aves que aqui gorjeiam,
Não gorjeiam como lá.

Nosso céu tem mais estrelas,
Nossas várzeas têm mais flores,
Nossos bosques têm mais vida,
Nossa vida mais amores.

Em cismar sozinho, à noite,
Mais prazer encontro eu lá;
Minha terra tem palmeiras,
Onde canta o sabiá.

Minha terra tem primores,
Que tais não encontro eu cá;
Em cismar sozinho, à noite
Mais prazer encontro eu lá;
Minha terra tem palmeiras,
Onde canta o sabiá.

Não permita Deus que eu morra,
Sem que eu volte para lá;
Sem que desfrute os primores
Que não encontro por cá;
Sem qu'inda aviste as palmeiras,
Onde canta o sabiá.

ROBERTO MENDES
O cantor e compositor Roberto Mendes, baiano de Santo Amaro da Purificação, nascido no dia 22 de novembro de 1952, é o meu convidado especial, hoje, no programa O BRASIL TÁ NA MODA, que apresento todos os dias, ao vivo, na rádio Trianon AM 740. O programa pode ser acessado também pela Internet e repetido diariamente às 4h30.
Roberto, junto com o jornalista Waldomiro Júnior, está lançando um livro sobre a chula (reprodução da capa, acima), que é dança e música do baú de heranças portuguesas.

SOCORRO LIRA
Amanhã 11, a paraibana Socorro Lira recebe a conterrânea pra uma contoria na choperia do Sesc Pompéia. O pagode, dos bons, começará às 21h30. Agendem-se, pois a coisa é boa. E Socorro está lançando mais um belíssimo CD, dessa vez trazendo à tona obras de outro paraibano: Zé do Norte. Recomendadíssimo, tanto a cantoria quanto o CD.



Um comentário:

assis angelo disse...

desculpem os meus dedos rápidos. escapou o nome da convidada da socorro lira: cátia de frança, minha conterrânea.
e tem o ditado: escreveu não, o pau comeu.
de novo: desculpem.
e eu vou estar lá amanhã,na choperia do sesc pompéia batendo palmas para socorro e cátia.
vamos nos encontrar lá?

POSTAGENS MAIS VISTAS