Seguir o blog

terça-feira, 19 de junho de 2012

GONZAGA FOR ALL

Do poeta e pesquisador da história do cordel Arievaldo Viana, eu acabo de receber cópia de entrevista da francesa Dominique Dreyfus dizendo que antes dela nenhum brasileiro havia escrito livro algum sobre o rei do baião, Luiz Gonzaga.
Essa fala nos induz a crer que mais uma vez um estrangeiro descobre o Brasil.
De estranhar, não é?
De estranhar inclusive porque a própria Dominique - que recebi na minha casa - leu e fez uso natural do livro Eu Vou Contar Pra Vocês, de minha autoria e que lancei em noite de festa no extinto teatro das Nações seis anos antes de ela publicar Vida do Viajante: A Saga de Luiz Gonzaga.
Dita como foi, a declaração soa no mínimo como um desrespeito ao escritor Sinval Sá, que em 1966 escreveu e publicou O Sanfoneiro do Riacho da Brígida, Vida e Andanças de Luiz Gonzaga, essencial para se compreender cada vez mais e melhor o Rei do Baião. Desrespeito também ao poeta-vaqueiro Zepraxédi, o primeiro a contar a história de Gonzaga, em versos, em 1952. E ainda a José de Jesus Ferreira, que lançou Luiz Gonzaga Rei do Baião, Sua Vida, Seus Amigos, Suas Canções, pouco antes de mim.
De surpreender ainda é o fato de constar na bibliografia de A Vida do Viajante referência aos livros O Sanfoneiro do Riacho da Brígida, Luiz Gonzaga Rei do Baião, Sua Vida, Seus Amigos, Suas Canções e Eu Vou Contar Pra Vocês; e à pág. 13 o meu nome, à guisa de agradecimento e apoio.
No link abaixo, a entrevista. Clique:
http://www.acordacordel.blogspot.com/

ESPECIAL
Semana passada estive em Brasília, para somar falas com Arievaldo Viana e Sinval Sá num especial sobre o Rei do Baião, que está sendo feito por uma equipe de profissionais da TV e Rádio Câmara (parte da equipe no clic de Andrea Lago, acima). O especial deverá ir ao ar no próximo 2 de agosto, dia do seu desaparecimento em Recife.

3 comentários:

Anônimo disse...

Além destes 2 nomes, jornalistas e pesquisadores de escol, que são Sinval Sá e Assis Angelo, não pode-se deixar de citar Zé Praxédi, que publicou a primeira biografia do Rei do Baião em 1952: LUIZ GONZAGA E OIUTRAS POESIAS.
E, mesmo antes do livro dela, há outros publicados, citados na bibliografia de 'Vida do Viajante', além de monografias e dissertações que foram transformadas em livros.
Kydelmir Dantas
Mossoró - RN

chico salles disse...

Meu caro Assis, é de lascar o cano essa história de livros publicados sobre o Mestre Lua. Um absurdo mesmo. É um depoimento doloso o desta moça francesa, que mente e desinforma.
Chico Salles.

Blog do Tiné disse...

Caro Assis:

É no mínimo uma boa oportunidade de divulgar "Eu vou contar pra vocês", Ícone Editora, de 1990, e "Dicionário Gonzagueano, de A a Z", edição do autor, 2006.
São livros avalizados por críticos e estudiosos como José Ramos Tinhorão, Elias Miguel Raide, Dominguinhos, Donnizeti Costa, Luiz Vieira, Oliveira de Panelas, Pedro Vaz, etc. etc.

POSTAGENS MAIS VISTAS