Seguir o blog

sexta-feira, 11 de abril de 2014

O CAÇADOR E MULHER DIFÍCIL

Embora iniciada com frase Shakespeariana constante em Hamlet, no Ato III, Cena I, que expõe uma eterna dúvida humana (“Ser ou não ser, eis a questão”), a peça no formato de monólogo Não Existe Mulher Difícil, baseada no livro homônimo de André Aguiar Marques, não tem nada a ver com reflexões filosóficas que possam ser consideradas de alguma validade. O texto, aliás, não é propriamente uma joia de natureza artística, mas sim uma beberimboca que trata dos conflitos do cotidiano de um coitado que leva um pé na bunda da mulher amada e se vê de repente perdido no oco do mundo, sem saber o que fazer.
Estive na estreia ontem, e gostei.
O personagem principal do monólogo é interpretado com competência pelo ator André Bankoff, que de lambuja ainda convence a plateia do alto nível do seu talento ao emprestar uma dúzia de sotaques e timbres a outros personagens secundários e invisíveis que permeiam a história.
Toda quinta-feira, no Shopping Frei Caneca.
Sim, vá lá dar umas boas gargalhadas com essa beberimboca.

O CAÇADOR
Nova minissérie da Globo, assinada por Marçal Aquino e Fernando Bonassi, estreia daqui a pouco.  O personagem central é vivido por Cauã Raymond. Ouça o meu amigo Marçal contado lorota: http://pordentrodamidia.com.br/cascudo-9/
 

Nenhum comentário:

POSTAGENS MAIS VISTAS