Seguir o blog

sábado, 17 de maio de 2014

A VIRADA DA DIVERSIDADE DO BRASIL

Mais uma overdose de tudo se dará daqui a pouco nas ruas e teatros e outros recantos fechados espalhados por São Paulo. A maratona começa às 18 horas e se estenderá a essa mesma hora de amanhã. Na programação de mais de 1 mil atrações, da Paraíba inclusive, há de um tudo, desde a volta do grupo de rock paulistano Ira! ao grupo de samba carioca dos anos de 1970 Originais do Samba, cujos integrantes nenhuma é mais da primeira formação.
A Virada é um incrível e necessário festival de diversidade cultural do país, que existe já a dez anos.
Esse encontro tão diverso de cultura brasileira – e também do exterior – representa um exercício muito bonito de confraternidade e cidadania. Não podemos esquecer que o nosso País é um dos mais férteis no tocante, especialmente, a música popular.
Nessa 10ª edição, a Virada cultural de São Paulo está trazendo ao público atrações de várias partes do país.
Da Paraíba, por exemplo, vieram 45 artistas das mais variadas áreas, inclusive do encantado reino da cantoria, que tem entre seus representantes o cantador repentista Oliveira de Panelas, um paraibano que por acaso nasceu em Pernambuco, na cidade que ele acoplou ao seu nome: Panelas.
E tem forró que só vendo!

Daqui a pouquinho, no Mercado Municipal, estarão se apresentando muitos forrozeiros, entre eles, Luiz Wilson e Lucy Alves com o Trio Nordestino, sob o comando de meu amigo Paulinho Rosa, titã da casa de espetáculos Canto da Ema, em Pinheiros.
A Virada Cultural deste ano traz outras figuras excepcionais como Oswaldinho da Cuíca, Germano Matias, Téo Azevedo, Elza Soares, Tobias da Vai-Vai e outros. E viva a Virada!

Nenhum comentário:

POSTAGENS MAIS VISTAS