Seguir o blog

quarta-feira, 14 de maio de 2014

TROFÉU GONZAGÃO E DOMINGUINHOS

No próximo dia 21, às 21 horas, em momento festivo e de confraternização o Troféu Gonzagão de Música Nordestina (acima, reprodução do originalíssimo convite) será dedicado, in memorian, ao artista pernambucano José Domingos de Morais, o Dominguinhos, desaparecido no dia 23 de julho do ano passado num hospital de São Paulo, após meses em coma profundo.
O projeto que resultou no Troféu Gonzagão, já concedido a Marinês, Jackson do Pandeiro, Sivuca e ao próprio Rei do Baião, além de outras (abaixo, à direita, em 2013 eu Fagner sendo agraciados) foi uma ideia acalentada há anos pelo casal Rilávia e Ajalmar.
Rilávia Cardoso explica que o Troféu Gonzagão “faz parte do cronograma de ações do Projeto SESI Cultura Tradição Paraíba”.
O projeto, segundo Ajalmar Maia, “surgiu da necessidade de a indústria paraibana propiciar ao trabalhador e sua família acesso à cultura e identidade regionais do nosso Estado”.
A solenidade de entrega do troféu, que deverá contar com a presença de pelo menos uma centena de artistas, políticos e intelectuais do Nordeste, será realizada no Centro Cultural da Federação das Indústrias do Estado  da Paraíba, FIEP, em Campina Grande.
Na ocasião, um documentário sobre a vida e obra de Dominguinhos será exibido.
E sabem o que acho de iniciativas como essa?
Acho muito importante que se reconheçam os talentos brasileiros de todas as áreas e épocas, incluindo os nascidos no Nordeste, como Dominguinhos. O ideal, porém, é que fossem reconhecidos em vida. Mas, claro, todo tempo é tempo.
A propósito: ano que vem é o ano do centenário de nascimento de Rosil Cavalcanti, responsável pelo primeiro sucesso em disco de Jackson do Pandeiro, o rojão Sebastiana, em 1953.

PRÊMIO ABCA
Foi noite bonita a de ontem na unidade SESC Vila Mariana. Dúzia e meia de artistas de vários setores subiram ao palco para receberem mimos da Associação Brasileira de Críticos de Arte, ABCA. Entre os premiados o paraibano Raul Córdula, a respeito de quem falei ontem neste espaço.
Muitos amigos foram prestigiar Raul, entre os quais Sinval de Itacarambi Leão, José Nêumanne e eu, seu eterno aluno. Darlan Ferreira, que faz parte da diretoria do Instituto Memória Brasil, IMB, registrou em fotos alguns momentos da solenidade de premiação, como esse aí acima em que Raul agradece à ABCA pelo prêmio e à plateia, pelos aplausos.

Nenhum comentário:

POSTAGENS MAIS VISTAS