Seguir o blog

sexta-feira, 25 de julho de 2014

VIVA VIDA ALVES!

O Brasil de memória curta, que peca pelo nível baixo de formação de seus cidadãos, continua perdendo inteligências.
Hoje foi se embora o jornalista Adonis de Oliveira.
Notícia que acabo de ouvir na Gazeta trata do esforço da mineira Vida Alves, que protagonizou como atriz o primeiro beijo numa telenovela brasileira, A Tua Vida me Pertence, com Walter Forster.
A notícia me lembrou de outra atriz, Norma Bengell, atirada aos leões há uns 20 anos pela incapacidade de justificar gastos ao Ministério da Cultura na ocasião em que dirigiu o filme O Guarani, baseado em ópera homônima do paulista Carlos Gomes.
Lembrei-me dela porque há uns cinco ou seis anos a convidei para participar  de palestras no Centro Cultural Banco do Nordeste de Fortaleza, ao lado de Sérgio Ricardo, Zé Hamilton Ribeiro e Theo de Barros.
Ela não aceitou porque a sua agenda estava comprometida com sua atuação numa novela da TV Globo, à época.
Norma foi a primeira atriz a aparecer num nu frontal do cinema brasileiro.
O filme era Os Cafajestes, de Ruy Guerra, que tinha no elenco Jesse Valadão.
Vida Alves criou um museu sobre a televisão brasileira.
Norma Bengell já está esquecida.
E Vanja Orico, hein, a primeira e única atriz brasileira a ser dirigida por Fellini?
Tristes governantes nós escolhemos para nos representar!
Há uns anos nos apresentamos juntos, ao lado da cantora Socorro Lira.
Clique:

Nenhum comentário:

POSTAGENS MAIS VISTAS