Seguir o blog

domingo, 6 de novembro de 2016

PIMENTA NOS OLHOS DOS OUTROS


Na vida, há coisas incríveis. Incríveis mesmo! Aliás nós todos humanos somos uma criação incrível.
No mundo há pra lá de 40 milhões de pessoas cegas, sem luz nos olhos.
Segundo dados da ONU, Organização das Nações Unidas, uma pessoa fica cega a cada 5 segundos.
No mundo, há 197 países reconhecidos como tais pela ONU.
No Brasil, segundo dados do IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, há pra lá de 1 milhão de pessoas que passam as 24 horas do dia no breu da escuridão. Fora essas, há 6, ou 7, ou 8 milhões de pessoas que sofrem algum tipo de deficiência visual. Fora essas, há muitos e muitos milhões de homens e mulheres, principalmente homens, que têm olhos e não veem por alguma razão de difícil compreensão ou explicação.
Interessante tudo isso, não é mesmo?
Há pouco telefonei para um dos meus professores, William. Ele me atendeu com muita alegria. Disse que estava aproveitando o dia para passear com a sua mulher, Adriana, e a filha, Yasmin. Detalhe: Wiliam e sua companheira de vida e arte não enxergam com os olhos que Deus lhes deu, como eu que hoje também não enxergo...
Mas a bem da verdade não era bem sobre isso, cegos etcetera e tal, que eu ia preencher este blog. Eu ia falar do almoço ma-ra-vi-lho-so que eu tive hoje, a pouco. Comi o melhor feijão do mundo. Comi o arroz melhor do mundo. E comi, para a inveja de vocês que me leem, o melhor ovo frito do mundo, tudo feito pelas mãos mágicas da minha menina caçula, Clá. Ah, tudo isso com uma pimentinha muito da charmosa de nome habanero. Pimenta linda e ardida que só! É mexicana e não brinca em serviço; ou seja, na boca da gente. Ui! A habanero é famosa pelo ardor que nos dá, pelo cheiro que tem e pela graça que oferece. Mais: é a mais danadinha do mundo, segundo os especialistas.
Oh, dia danado de bom!

Nenhum comentário:

POSTAGENS MAIS VISTAS