Seguir o blog

segunda-feira, 5 de junho de 2017

MEIO-AMBIENTE E CIDADANIA

O mundo está se acabando. Melhor, não. Pior: estamos acabando o mundo. E pelo andar da carruagem, o mundo já era para estar acabado a tempo.
Hoje as pessoas lúcidas abraçaram-se, talvez, em nome de um futuro melhor. Um futuro sem poluição, cof.
O dia mundial do Meio Ambiente, foi instituído pela organização das Nações Unidas, ONU. A ideia sempre teve por principio a restauração do meio em que vivemos, por nós judiado, sem dó nem piedade.
No total somos um grupo de 7 bilhões de almas penadas...
Na semana que passou, o dono do mundo Donald Trump berrou aos quatro ventos que estava rompendo com o acordo de Paris. Quer dizer, o bicho anunciou que é mais do que alto suficiente para não precisar de ninguém. Por isso, deixou claro: não quer papo com governo ambientalista. 
O acordo de Paris recebeu a assinatura de 195 governos.
Hoje 5, é o dia mundial do Meio Ambiente.
Metido em quinhentas encrencas, o Temer fez uma onda danada em nome da natureza.
Sei não, mas cá com meus botões fico imaginando que estamos involuindo numa velocidade dos diabos.
Precisamos nos cuidar com mais carinho.
O mundo ainda pode ser salvo, apesar do dono do mundo.


CIDADANIA

O professor de música Roberto Ferreira deu um belíssimo exemplo de cidadania ao País. Semana passada ele pegou o violão e começou a tocar e a ensinar, seus alunos, crianças a cantar num corredor da escola onde ensina subúrbio fluminense para disfarçar, encobrir, os estampidos de armas de fogo que se sucediam num cerrado tiroteio entre policiais e bandidos.
Veja o vídeo: 



BRINCANDO COM A HISTÓRIA (21)





Nenhum comentário:

POSTAGENS MAIS VISTAS