Seguir o blog

sexta-feira, 2 de junho de 2017

TRISTEZA E TRAIÇÃO, NÃO, NÃO É SAMBA



O cenário político nacional é uma tristeza só. E não falo aqui do clássico samba acima...
E agora ouço o ministro das relações Exteriores Aloysio Nunes Ferreira, dizer no rádio que "o PSDB não é a Madame Bovary para trair Temer". Hum-hummm, sei! Madame Bovary é uma personagem do escritor francês Gustave Flaubert (1821-1880). A personagem trai o marido e a história tem um fim trágico.
Traição é o exercício mais praticado pelos políticos no Brasil. Todos traem todos, sem titubear.
Outro dia um senador traiu Lula, Dilma etc. Agora é o Temer que está temendo ser traído por seu amigo e assessor especial Rodrigo Loures. Disse Temer a uma revista semanal: “Acho que ele é uma pessoa decente. Eu duvido que ele faça uma delação. E duvido que ele vá me denunciar. Primeiro, porque não seria verdade. Segundo, conhecendo-o, acho difícil que ele faça isso”. Esse Rodrigo aí é aquele que saiu correndo com a mala cheia de dinheiro...
Outro Rodrigo, o Janot, pediu ao ministro Edson Fachin a prisão do ainda senador e presidente licenciado do PSDB Aécio Neves. Por corrupção, claro.
O presidente da Câmara, também de nome Rodrigo, já recebeu 19 pedidos de impeachment contra Temer, mas é como se não tivesse recebido, pois sobre o assunto continua fazendo cara de paisagem.
É tudo muito triste.
No próximo dia 6 começa o julgamento da chapa Dilma/Temer, no TSE.
Temer escapa ou não escapa do pedido de cassação da chapa? Façam os jogos, meus amigos, minhas amigas.
tem muito cabra preso, muitos políticos safados. Quem está frito, nós ou o Brasil?

SECRETÁRIO DA CULTURA

O secretário da Cultura do Município de São Paulo, André não sei o quê, continua com a cabeça a prêmio. Bem feito, pois quem manda ser uma besta? Esse cara não é o cara que a pasta da Cultura precisa, não é mesmo? O cargo exige alguém sensível e inteligente, com trânsito livre por todos os caminhos da cultura. O André não sei o quê praticou algo gravíssimo, anti cidadão, ao ameaçar "quebrar a cara" de um jovem agente cultural da Zona Leste de São Paulo, Gustavo Soares. E o que disse o prefeito, ao ser questionado sobre a ameaça de agressão? "Bobagem". Estamos fritos ou não estamos com autoridades que tratam o ser humano como josta?

BRINCANDO COM A HISTÓRIA (19)

Nenhum comentário:

POSTAGENS MAIS VISTAS