Seguir o blog

sexta-feira, 13 de setembro de 2013

ESPALHE E RESERVE O SEU LUGAR

ATENÇÃO AMIGOS, COMPANHEIROS, BRASILEIROS E BRASILEIRAS!
Contados nos dedos, vamos lá: a partir de amanhã faltarão três semanas para apresentarmos no teatro do Centro Cultural dos Correios, no Rio de Janeiro, o projeto Rodas Gonzagueanas. 
A Roda reunirá artistas que conheceram de perto o rei do baião, Luiz Gonzaga. Entre esses o compositor, instrumentista e produtor musical Rildo Hora, os também produtores musicais José Milton e Ricardo Cravo Albin, que empresta o seu nome ao mais popular e completo dicionário da música brasileira; a rainha do forró Anastácia, os compositores e sanfoneiros de 8 baixos Zé Calixto e o de 120, Oswaldinho do Acordeon; o cordelista criador da Feira de São Cristóvão, Azulão... 
Eu apresento, interajo e curo o projeto. 
Clique na linha azul lá em cima, para se inteirar da programação.

ITAMAR ASSUMPÇÃO
O cantor e compositor tieteense Itamar Assumpção, um dos representantes da vanguarda paulista, faria 64 anos de idade hoje. Ele desapareceu do convívio terreno no dia 12 de junho de 2003, vítima de câncer intestinal. O seu primeiro LP foi Eu Beleléu, Leléu ((lira Paulistana, 1980). Em 2010, o selo Sesc reuniu a sua obra num projeto denominado Caixa Preta. Hoje na Oficina Maestro Orlando Silveira, em Tietê, tem festa em sua homenagem que começa com a exibição do documentário Daquele Instante em Diante

MACHADO DE ASSIS
“Eu vos conjuro, filhas de Jerusalém, que se encontrardes o meu amado, lhe façais saber que estou enferma de amor...”.
Trecho de invencionices do mago da palavra e da imaginação Machado de Assis, no conto O Cônego ou a Metafísica do Estilo, originalmente publicado no jornal carioca A Gazeta de Notícias, em 1885.

SEXTA 13
Dizem que dá azar porque foi nesse dia que Cristo foi à cruz. Bobagem. Hoje é um dia qualquer, de altos e baixos, véspera do sábado de pernas pro ar e, como diria a troco de complemento o poeta pernambucano Ascenso Ferreira, "que ninguém é de ferro"!

Um comentário:

Anônimo disse...

Grandes artistas populares Brasileiros, grande Itamar, grande Assis. Vivem e viverão para sempre, pois um povo nunca morre.

POSTAGENS MAIS VISTAS