Seguir o blog

quinta-feira, 6 de março de 2014

LIXEIROS E SOCIEDADE

É absolutamente justa a paralização dos garis no Rio de Janeiro, por melhores condições de trabalho e aumento da merreca que ganham como salário. Fizeram bem, sim, em parar para chamar a atenção de todo mundo e mostrar, assim, a importância social que têm e o injustificável desmerecimento público por seu labor.
O serviço de coleta de lixo no Brasil data do tempo do Império.
A primeira pessoa que se dispôs profissionalmente a cuidar do nosso lixo foi o francês Pedro Aleixo Gary, daí a origem do nome que identifica os homens - e mulheres - que recolhem diariamente o lixo que a sociedade gera e põe na rua.
Em São Paulo, as mulheres que limpam a cidade são denominadas de margaridas.
A expressão, criada com o início da construção do Metrô, nos anos de 1970, lembra a flor, a mulher e também o gari.
Em homenagem a esses profissionais anônimos a nossos olhos, que trabalham quase como sombras, algumas poucas músicas foram compostas (clique abaixo). A mais conhecida é a de Adoniran Barbosa, http://www.youtube.com/watch?v=Q-9tcWzb55s.
Paris já foi considerada a cidade mais suja do mundo. Lá o serviço de limpeza urbana só se efetivou em 1919.
Nesse serviço, Londres foi pioneira.
A nota dissonante nessa história toda é que há quem humilhe esses nobres trabalhadores.
No réveillon de 2009, o apresentador de TV Boris Casoy envergonhou a classe dos jornalistas e todos os brasileiros ao fazer um grave comentário na Bandeirantes, ao vivo, contra os garis http://www.youtube.com/watch?v=0H9znNpeFao, mas ele pagou por isso na Justiça em decisão proferida pelo juiz da 8ª Câmara de Direito Privado de São Paulo.
Você sabe quanto ganha um gari? E um deputado?
Você conhece alguma rua com o nome de um gari, e de um deputado, senador, governador, presidente...?
http://www.youtube.com/watch?v=E0mOHo9lRmo

Nenhum comentário:

POSTAGENS MAIS VISTAS