Seguir o blog

segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

VANDRÉ E O ANIVERSÁRIO DE SÃO PAULO

Numa longa entrevista que fiz com Geraldo Vandré em 1978, para o suplemento dominical, já extinto, Folhetim, do jornal Folha de São Paulo, fiquei sabendo que ele, Vandré, nascera na capital de São Paulo no começo dos anos 1960.
Vandré é o alterego do paraibano, de João Pessoa, Geraldo Pedrosa de Araújo Dias, de profissão advogado. 

Está claro, não está, que Vandré é uma criação do Dr. Pedrosa?
Pois bem, os anos se passaram e nos tornamos amigos.  
Há 25 anos, eu desenvolvo uma pesquisa sobre a música composta para a cidade de São Paulo. Já são mais de 3.000 títulos devidamente catalogados nos arquivos do Instituto Memória Brasil - IMB, que presido.
Há pelo menos duas décadas, durante conversa de miolo de pote, indaguei a Geraldo/Vandré porque a té então não compusera uma música ou poema sobre  a cidade paulistana.
Com ar de paisagem, ele respondeu:
 - É mesmo...
O tempo continuou a passar, ou nós por ele, e o fato é que um dia Geraldo me apresentou um poema a que deu o título de A Rosa do Povo.
Para minha surpresa - e alegria -, na noite de 24 de março do ano passado, no palco do Teatro Bradesco, a personagem de Geraldo Pedrosa de Araújo Dias declamou um fragmento do referido poema para a uma platéia estasiada.
A seu lado estava o mito feminino da música de protesto norte americano, Joan Baez.
A cidade de São Paulo foi fundada em 1554, por jesuítas.
Ontem, a capital paulistana completou 461 anos.
Foi um aniversário e tanto.
Detalhe: O parceiro Darlan Ferreira do IMB, postou no facebook o trecho poético declamado naquele teatro. Isso, às 3:43 da madrugada de domingo.
De novo, para minha surpresa, o post de Darlan não mereceu, até agora 17:43 se quer uma curtidazinha da parte dos "Feicebuqueiros".
Que conclusão pode se tirar daí?
O post é este, clique: https://www.youtube.com/watch?v=mtckSd7DSJA

P.S. Após fazer a postagem referente a Vandré, Darlan fez algumas postagens digamos, banais, e essas postagens mereceram curiosamente a atenção de feicebuqueiros, que as curtiram.

Nenhum comentário:

POSTAGENS MAIS VISTAS