Seguir o blog

segunda-feira, 17 de agosto de 2015

SÃO PAULO NÃO TEM HINO

São Paulo e Rio de Janeiro foram fundadas em 1554 e 1565, respectivamente, pelos primeiros jesuítas que chegaram à nossa terra. A terra carioca foi capital nacional entre 1621 e 1815.
Por muito tempo tentou-se criar uma certa rixa  entre a população das duas cidades. Bobagem. É verdade que São Paulo cresceu mais depressa, recebendo grandes levas de migrantes e imigrantes a partir do século 19. Espanhóis e italianos foram os primeiros.
 A presença nordestina em São Paulo e no Rio de Janeiro se intensificou e é marcante até hoje.
A “rixa” entre São Paulo e Rio de Janeiro, se houve, terminou em 1965, quando os cariocas comemoraram o quarto centenário da cidade. Na ocasião, o conjunto musical Demônios da Garoa faturou o 1º lugar no concurso musical promovido pela prefeitura da cidade. Música premiada: Trem das Onze, do paulista de Valinhos, Adoniran Barbosa. Detalhe: Trem das Onze foi gravada em agosto de 1964.
Anos antes, em 1954, a programação comemorativa aos quatro séculos de fundação de São Paulo foi toda recheada de artistas do Rio, entre eles, mestre Pixinguinha (1897-1973).
Há cerca de duas décadas, a Rede Globo, em São Paulo, desenvolveu pesquisa para saber da população qual a música de sua preferência: deu na cabeça Trem das Onze.
Essa história eu conto em detalhes no livro Pascalingundum! Os Eternos Demônios da Garoa.
Exposição Roteiro Musical da Cidade de São Paulo
Essa história eu também contei num debate com Paulo Vanzolini (1924-2013) e Eduardo Gudin  promovido como parte da programação Roteiro Musical da Cidade de São Paulo, que ocupou por uns três ou quatro meses um bonito espaço no Sesc Santana.
Essa exposição contou a história de três mil músicas que têm a cidade de São Paulo como tema.
Você sabia que ainda não há um hino oficial para a cidade de São Paulo?
Por várias ocasiões, escrevi a respeito da importância de um hino oficial para a cidade. Cheguei até a sugerir o título São Paulo de Todos Nós, de Peter Alouche e Téo Azevedo.

Pois bem, o estado de São Paulo tem hino escrito pelo poeta Guilherme de Almeida e Spartaco Rossi. Ouça:

E dentre os demais estados brasileiros, tem um que também não tem hino: Minas Gerais.
 Você estará errado se acreditar que Oh! Minas Gerais, canção de origem napolitana, é o hino oficial dos mineiros.
Por três vezes, governos em tempos diferentes promoveram concursos para escolha de hino do Estado. Em vão.
O hino que muita gente crê ser o oficial do estado, Oh! Minas Gerais (abaixo), traz o nome do pernambucano Manezinho Araújo e do mineiro José Duduca Morais. 


Nenhum comentário:

POSTAGENS MAIS VISTAS