Seguir o blog

domingo, 25 de março de 2012

ANGELI, COSTA SENNA, INEZITA E CORINTHIANS

Após bom tempo passado, passei ontem na Benedito Calixto, pracinha movimentada e simpática do bairro de Pinheiros, a oeste desta Sampa.
Nessa praça de um tudo ela tem; especialmente no quesito quinquilharia.
Depois fui almoçar um baião de dois no bar do conterrâneo Biu, que fica nas proximidades da praça, na Cardeal Arcoverde.
Molhei a garganta com Germana, que não sou de ferro, enquanto Andrea, companheira de vida e arte, arriscava uma caipirinha de vodka, de leve.
Em seguida, fomos à “Ocupação” da obra retrospectiva do meu amigo cartunista Angeli, no espaço Itaú Cultural, na Paulista.
Gente saindo pelo ladrão.
Lá, porém, notei a falta de um belíssimo e histórico cartoon comentando a invasão policial à USP, nos fins dos anos de 1970. Pra ser mais exato, setembro de 1977, quando o finado coronel Erasmo Dias, troglodita, botou pra quebrar no lombo da estudantada.
Dias antes, como repórter da Folha, eu estivera com ele na Secretaria de Segurança Pública do Estado, quando, conversa vai, conversa vem, ele diz que iria invadir o campus da USP.
Percival de Souza estava lá, pois era uma coletiva convocada pelo secretário...
A cena captada por Angeli mostrava fileiras de brutamontes armados, bufando entredentes.
Num balãozinho, ele escreveu: “Assis, você precisa ser mais femenino”.
Assim mesmo, “femenino”.
Ahahaha.
Trabalhávamos juntos, na Folha.
Grande Angeli!
E aí rumamos, eu e Andrea, até o Sesc Santana onde ainda se acha à visitação pública a exposição Roteiro Musical da Cidade de São Paulo, por cuja Curadoria eu respondo.
Você já foi visitar essa mostra?
Não?
Então corra, pois ela está prestes a ser encerrada.
Cerca de 30 mil pessoas já a viram, de terça a domingo...
Oficialmente foi aberta no dia 25 de janeiro, por mim e Inezita Barroso.
Aliás, em conversa agora há pouco, por telefone, ela contou:
“De novo, acabei de sair do hospital. Mas estou bem e não posso parar. Anteontem fui centro de um belo encontro com crianças e atores que fazem o programa Cocoricó, da TV Cultura. Falei muito a seu respeito e do livro a Menina Inezita Barroso. Eu aviso às vésperas de o programa ir ao ar. Tenho certeza de que você vai adorar”.
Aproveitei para convidá-la a assistir prosa que terei com o cantador Oliveira de Panelas, no próximo dia 29, no Sesc Santana.
Caso esteja bem, bem, ela estará lá.
Torçamos.
Ainda no Sesc que fica na Dumont Villares, assistimos ontem, entre às 19 e 20 horas, o belo espetáculo Viagem, do brincante Costa Senna (foto).
Senna encerra o espetáculo com todo mundo cantando junto com ele, antes de interpretar a ótima São Paulo, Santa Ilusão, inédita em disco, que trata dos frequentadores da Praça da Sé.
Viva Senna!
Ah! Tudo anda tão bem com Inezita, que ele findou nossa fala, assim:
- Só falta o Corinthians ganhar hoje do Palmeiras (ela pronunciou: Parmeira...).

CORINTHIANS
O Coringão fez bonito, hoje. O Lourenço Diaféria iria gostar, e muito. Um a zero no primeiro tempo para o adversário. No segundo e até o fim, de virada: 2 x 1. O Felipão deve ter ficado uma rara, desde o final do jogo, nos vestiários.

TREZE, DE CAMPINA GRANDE, PB
Não é justo o que a direção do Treze fez com o craque Léo Rocha, demitindo-o, só porque perdeu um pênalti de “cavadinha”. A última vez que vi meu time paraibano foi cá, em Sampa. Léo ainda estava nos cueiros. Fomos juntos, eu e o conterrâneo Geraldo Vandré, num ano qualquer dos 90.

JOSÉ SERRA
José Serra, que historicamente apresenta inexplicavéis problemas para se firmar até o fim num cargo eletivo, que ele próprio escolhe, volta a concorrer à Prefeitura da maior cidade do Brasil, São Paulo. Na convenção do seu partido, o PSDB, realizada hoje, ele recebeu 52% dos votos ou 3.176 dos 6.229 da tchurma. O problema é que ele, com esse resultado, se apresenta como o inimigo na ser combatido no próprio partido. Ou há quem ache que Aníbel e Trípoli vão trabalhar por ele? A disputa vai ser boa.

Nenhum comentário:

POSTAGENS MAIS VISTAS