Seguir o blog

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

NEGAR, NÃO NEGO: FOI BOM PULAR NO CARNAVAL

Amanhã a partir das 22, no sambódromo do Anhembi, cá em Sampa, a folia de Momo recomeça com as chuvas, os ventos e o calor de sempre deste verão louco, muito louco.
Primeiro entrarão na avenida sob as vistas e os aplausos do público a campeã e a vice-campeã do Grupo de Acesso, Nenê de Vila Matilde e a Unidos do Peruche, seguidas de outras com ótimas notas tiradas terça passada, durante a apuração dos votos dos jurados: Gaviões da Fiel, Mancha Verde, Vai-Vai, Mocidade Alegre e Rosas de Ouro, que faturou o primeiro lugar contando a história do chocolate.
A diferença da primeira sobre a escola que ficou em segundo lugar, a Mocidade, que desenvolveu e defendeu com raça, graça e samba dos bons nos pés o curioso e bem-feito enredo Da Criação do Universo ao Sonho Eterno do Criador... Eu sou Espelho e me Espelho em quem me Criou, foi de apenas 0,25 pontos.
Pode?
Achei injusto.
Injusto eu achei, sim, mas por outro lado não ligo, não: eu não ia mesmo desfilar de novo...
O tema da minha escola, a X9 Paulistana, de cores verde, vermelho e branco, bonita que só, foi Do Além-mar, a Herança Lusitana nos Une... Ora, pois, a X9 é Portuguesa com Certeza, lembrando os 100 anos da república portuguesa e a revolução dos Cravos.
Ao meu lado, no 2º alegórico intitulado Língua que nos Une, cantaram e sambaram em destaque e felizes que nem passarinhos diante de gordos sacos de alpiste, os poetas Álvaro Alves de Faria, Celso Alencar e Luiz Roberto Guedes, mais a atriz Wendy Villa-Lobos e o cantor Roberto Leal, que há muito eu não via.
Foi uma experiência e tanto a que passei na madrugada de sábado para domingo últimos, 14 para 15.
A prova ilustra este texto, feita pelo amigo brasileiro-catalão Gabriel Martinez, um craque da computação, a quem agradeço de coração.
A X9 entrou linda no sambódromo com cinco carros alegóricos e 24 alas, totalizando quase 3.000 pessoas.
Perdemos da Rosas, nem sei por quê.
Coisa de jurados despeitados, eu acho.
Bom, ano que vem tem mais.

RIO DE JANEIRO
- O desfile das campeãs cariocas está marcado para depois de amanhã, a partir das 21horas. Gostei do que vi a Tijuca fazer na avenida. Mereceu o título. Ninguém falou, mas deixo registrado aqui o seguinte: a sugestão do tema campeão do carnavalesco Paulo Barros (É Segredo!) foi sugerido por um garoto de 15 anos, Vinicius Ferraz, via Orkut.

BRASILIA
- Os blocos de carnaval se multiplicam no País a cada ano, sempre animados e críticos. Pacotão, por exemplo, dos mais tradicionais da capital federal, bagunçou o coreto, isto é as ruas, com faixas que faziam referência aos políticos desonestos, com seus integrantes cantando no tom de marchinha: “Quem foi, quem foi/Que fez esse ebó?/Derrubou Arruda/E de lambuja o P.O.?”. P.O., no caso, é Paulo Octávio, o vice-governador que tem rabo preso com meio mundo e está para ser catapultado da cadeira do governador ladrão daqui a horas.

MINAS GERAIS
- As irmãs Célia e Celma mandam mensagem por e-mail informando que arrasaram em São João Del Rey, cantando marchinhas na Avenida Tancredo Neves, lotada.

2 comentários:

Marco Antonio Zanfra disse...

Pela cara não dá para avaliar, mas pela altura em que te colocaram no carro, arrisco; VOCÊ NÃO TINHA TOMADO TODAS!!!

Júbilo Jacobino disse...
Este comentário foi removido pelo autor.

POSTAGENS MAIS VISTAS